Casteglione é condenado por contratações irregulares

Casteg

O ex-prefeito de Cachoeiro de Itapemirim, Carlos Casteglione (PT), foi condenado por improbidade administrativa, por contratar servidores quando deveria, se necessário, realizar concurso público para admiti-los no serviço público. A sentença de novembro de 2018, do juiz Robson Louzada, da Primeira Vara dos Feitos da Fazenda Pública Municipal, é de multa equivalente a 20 salários de prefeito, algo em torno de R$200 mil. A decisão não o torna inelegível.

Apesar de a condenação ser em primeira instância, o que permitiria que recorresse, Casteglione perdeu o prazo. Busca junto a seus advogados solução para continuar a batalha judicial. A decisão foi publicada em março. “O advogado que me defendia deixou de atuar no processo, outro não foi subscrito e não soubemos da decisão a tempo de recorrer”, lamenta.

O ex-prefeito é acusado de manter servidores contratados de modo irregular e de não tomar providências para criar cargos, aumentar o quantitativo de cargos existentes em concurso público, ou realizar novos e não nomear concursados (Edital 001/2007), o que segundo o juiz, transgrediu dispositivo constitucional.

Ao longo do mandato, em 2009, Casteglione foi duas vezes advertido pelo Ministério Público quanto às irregularidades e teve prazo de um ano para corrigi-las, antes mesmo de ajuizamento de ação do MP para extinguir os cargos.

Casteglione prometia acertar os pontos com a aprovação de reforma administrativa, o que previra ser encerrada até o fim de março de 2010. Entretanto, a reforma, que reduziu a 50% o número de comissionados que não do quadro de efetivos e extinguiu diversos cargos, só foi aprovado em 2011. o MP entrou com a Ação civil Pública em agosto de 2010.

Casteglione conta, ainda, que chamou cerca de 2000 concursados e efetivou 500 deles. Mas que a Prefeitura não teria condição de fazer concurso para preencher todos os cargos, por questões orçamentárias. “Fizemos os concursos do Ipaci e dois da Agersa”, lembra.



Outras Notícias


Começa primeira etapa da reforma do calçadão da Beira Rio

Rematrículas da Rede Estadual do ES vão até 26 de novembro

Conheça os vilões na conta de energia elétrica

Mulher é presa após tentar matar o marido enquanto dormia em Vargem Alta

Grande quantidade de drogas é apreendida pela Polícia Militar em São José do Calçado

Mistério! Caixão é encontrado na rua e assusta moradores de Guaçuí

Conceição da Barra recebe orientações sobre possível chegada de óleo no Espírito Santo

Prefeitura abre novo processo seletivo para contratação temporária

Veja como tirar nota mil na redação do Enem

São Frumêncio

Santa Teresinha do Menino Jesus

São Jerônimo

Santos Arcanjos Miguel, Gabriel e Rafael

Cinco candidatos disputam prefeitura de Castelo-ES

Estado tem 38 casos suspeitos de sarampo sendo investigados

D1 Notícias ©2010-2011. Todos direitos reservados.