Santos Ponciano e Hipólito

Santos-ponciano-e-hipólito-150x150

Ponciano foi o zeloso Papa da Igreja de Cristo, eleito em 230, enquanto Hipólito, um fecundo escritor e orador.

Aconteceu que, naquele tempo, rompeu um cisma na Igreja, onde Hipólito defendia um tal rigorismo que os adúlteros, fornicadores e apóstatas não mereceriam perdão, mesmo diante de arrependimento. Ponciano, o Papa da Misericórdia, não concordava com este duro princípio e nem outras reflexíveis cheias de boa fé, porém que não revelavam o coração do Pai, o qual escolheu a Igreja como instrumento deste amor que perdoa e salva.

Ponciano, que confirmava a fé nos cristãos, diante do clima de perseguição criado pelo imperador Maximiano, foi denunciado e, por isso, preferiu prudentemente renunciar ao serviço de Papa, visando o bem da Igreja e acolheu o exílio. Na ilha da Sardenha encontrou exilado também o sacerdote Hipólito e, em meio aos trabalhos forçados, se reconciliaram, sendo que Hipólito renunciou aos seus erros, antes de colherem em 235 o “passaporte” do Céu, ou seja o martírio.

Santos Ponciano e Hipólito, rogai por nós!



Outras Notícias


Começa primeira etapa da reforma do calçadão da Beira Rio

Rematrículas da Rede Estadual do ES vão até 26 de novembro

Conheça os vilões na conta de energia elétrica

Mulher é presa após tentar matar o marido enquanto dormia em Vargem Alta

Grande quantidade de drogas é apreendida pela Polícia Militar em São José do Calçado

Mistério! Caixão é encontrado na rua e assusta moradores de Guaçuí

Conceição da Barra recebe orientações sobre possível chegada de óleo no Espírito Santo

Prefeitura abre novo processo seletivo para contratação temporária

Veja como tirar nota mil na redação do Enem

São Frumêncio

Santa Teresinha do Menino Jesus

São Jerônimo

Santos Arcanjos Miguel, Gabriel e Rafael

Cinco candidatos disputam prefeitura de Castelo-ES

Estado tem 38 casos suspeitos de sarampo sendo investigados

D1 Notícias ©2010-2011. Todos direitos reservados.