Modelo pode ter sido morta na Rocinha por sumiço de droga

Modelo_rocinha_124676

A modelo Luana Rodrigues de Sousa, de 20 anos, desaparecida na Rocinha, pode ter sido morta por vingança. Moradores da comunidade dizem que uma carga de haxixe avaliada em R$ 30 mil ficava guardada na casa em que a moça dividia com a amiga Andressa, também desaparecida. Luana teria sido “julgada” pelo tribunal do tráfico e executada depois que a droga sumiu.

De acordo com o jornal “O Dia”, Luana estaria na mira dos traficantes desde que a polícia apreendeu 2,5 toneladas de maconha em uma casa onde a modelo morou com um ex-namorado. Na época, os traficantes desconfiaram que a modelo teria repassado informações sobre a maconha para um policial, com quem ela estaria se encontrando.

Foi justamente depois do sumiço do haxixe que os traficantes decidiram chamar Luana para dar explicações, quando então foi condenada à morte. Moradores também disseram que o namorado também chegou a ser convocado, levou uma surra, mas foi liberado em seguida.
Fonte:SRZD



Publicidade


Outras Notícias


Espírito Santo enfrenta desafio de vencer transmissão vertical do HIV, da hepatite B e da sífilis

Leptospirose é doença grave e transmitida por água contaminada de enchentes

Publicado decreto que autoriza uso do FGTS para compra de próteses

Saiba mais sobre as vacinas contra a gripe disponíveis no Brasil

Santo Apolônio, seu amor a Deus foi concreto

Inscrições para Cachoeirense Ausente de 2018 abrem nesta sexta (23)

Desfile e mostra cultural festejam emancipação de Cachoeiro

“A defesa da água é a defesa da vida”, afirma Papa

São Zacarias, Papa

Mais de cinco mil assinaturas reivindicam asfalto em comunidades de Alegre

São Nicolau de Flue, eremita

Prefeitura de Cachoeiro tenta disciplinar trânsito em cruzamento

Pai é preso suspeito de estuprar a filha de 11 anos em Marataízes

PM encontra pé de maconha dentro de casa em Cachoeiro

Torta Capixaba Orgulho da Nossa Gastronomia

D1 Notícias ©2010-2011. Todos direitos reservados.