Traficante mistura gasolina e até vermífugo à cocaína e ao crack

Drogas usuarios

Drogas como cocaína e crack estão sendo vendidos em bocas de fumo do país misturados a gasolina, cafeína, fermento, anestésicos e até vermífugo. A informação é da reportagem de Ítalo Nogueira publicada na edição desta segunda-feira da Folha.

A portagem completa está disponível para assinantes da Folha e do UOL (empresa controlada pelo Grupo Folha, que edita a Folha).

Análises feitas pelo Inmetro e pelo ICCE (Instituto de Criminalística Carlos Éboli) do Rio mostram que em alguns casos a droga é o que menos compõe os papelotes e pedras comercializadas por traficantes.

O levantamento deve ser usado em uma cartilha para que médicos considerem também o efeito dessas substâncias durante o tratamento.

Além de substâncias como gasolina e cafeína, quase metade das amostras de cocaína em pó analisadas tinham também presença de anestésico local. De acordo com a pesquisa, o objetivo é ludibriar o usuário sobre a pureza da droga.

Fonte:folha sp



Publicidade


Outras Notícias


Novas suspeitas de obras superfaturadas em Presidente Kennedy

Santos Rodrigo e Salomão - Sacerdotes mártires

Veículo com marcas de tiros é encontrado abandonado em bairro de Cachoeiro

Soldados do Exército chegam à Cachoeiro e já atuam em pontos estratégicos

Sesa atualiza dados de febre amarela

ProUni: estudantes capixabas ganham mais prazo para apresentar documentos

Fespes vai denunciar Estado Brasileiro a entidades internacionais de direitos humanos pelo caos no ES

Procurador-geral da República vem ao Estado para dar aval à 'reforma da PM'

Governo abre processo contra 703 militares envolvidos em ‘revolta armada’

Famílias de militares seguem irredutíveis na porta dos batalhões

Nossa Senhora de Lourdes

São Miguel Febres - Padroeiro dos pedagogos

Atenção! Excesso de peso na mochila pode prejudicar saúde das crianças

Peritos aceleram liberação de cadáveres para receber mais corpos no DML

ARENA VERÃO 2017 COMEÇA NESTE FINAL DE SEMANA EM MARATAÍZES

D1 Notícias ©2010-2011. Todos direitos reservados.