Conheça as marcas de celular mais cancerígenas no mercado

Celular_(1)

A Organização Mundial da Saúde – OMS divulgou no fim do mês que o uso de aparelhos de telefonia móvel, os celulares, é “possivelmente cancerígeno para o homem”, apesar de ter afirmado no passado que esse risco não existia. De acordo com a Agência Internacional de Pesquisa sobre o Câncer – CIRC, a radiação emitida pelos referidos aparelhos pode aumentar o risco de aparecimento de um tipo de tumor no cérebro, o neuroglioma.
Por conta disso, o site de tecnologia CNET elaborou uma lista dos smartphones do mercado com as maiores taxas de SAR (Taxa de absorção específica, em inglês), que é a quantidade de radiação que um corpo absorve quando a pessoa está no celular.

A taxa limite de SAR para aparelhos celulares é de 1,6 nos EUA. Nenhum smartphone da lista chega a atingir esse índice, mas alguns chegam muito próximo dele. Veja abaixo a lista completa.

1. Motorola Bravo – 1,59
2. Motorola Droid 2 Global – 1,58
3. Sony Ericsson Satio – 1,56
4. Sony Ericsson X10 Mini Pro – 1,55
5. Nokia Astound/C7 – 1,53
6. Motorola Defy – 1,52
7. Motorola Droid – 1,49
8. Motorola Droid 2 – 1,49
9. HTC Desire – 1,48
10. Motorola Atrix – 1,47

Fonte:SRZD



Publicidade


Outras Notícias


PREFEITURA DE CACHOEIRO E SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE AMPLIA EXAMES

Caminhoneiro sofre sequestro-relâmpago e tem caminhão roubado em Cachoeiro

Motorista morre afogado em Itapemirim

Jovem de 15 anos morre após perder o controle de motocicleta na curva de Boa Vista, em Marataízes.

Público não comparece ao Carnaval de Cachoeiro

São Martiniano - O jovem eremita

Caminhão e carro batem de frente e duas pessoas morrem na BR 101 em Atílio Vivácqua

Campanha coleta mais de 40 toneladas de lixo eletrônico em Cachoeiro

Novas suspeitas de obras superfaturadas em Presidente Kennedy

Santos Rodrigo e Salomão - Sacerdotes mártires

Veículo com marcas de tiros é encontrado abandonado em bairro de Cachoeiro

Soldados do Exército chegam à Cachoeiro e já atuam em pontos estratégicos

Sesa atualiza dados de febre amarela

ProUni: estudantes capixabas ganham mais prazo para apresentar documentos

Fespes vai denunciar Estado Brasileiro a entidades internacionais de direitos humanos pelo caos no ES

D1 Notícias ©2010-2011. Todos direitos reservados.