STF permitiu, mas juiz manda anular união entre homossexuais em Goiás

Uniaoestavelgoias

O juiz da 1ª Vara da Fazenda Público de Goiânia (GO), Jeronymo Pedro Villas Boas, determinou a anulação do primeira união estável reconhecida entre homossexuais firmada em Goiás, entre o estudante Odílio Torres e o jornalista Leo Mendes. Mesmo após a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) que reconheceu a união entre casais do mesmo sexo como entidade familiar.

De acordo com o magistrado, o Supremo “modificou” a Consituição, que aponta como núcleo familiar apenas a união entre homem e mulher. “Na minha compreensão, o Supremo mudou a Constituição. Apenas o Congresso tem competência para isso. O Brasil reconhece como núcleo familiar homem e mulher”, explicou ele.

Villas Boas não só anulou o documento, como também determinou que todos os cartórios de Goiânia não realizem qualquer contrato de união entre pessoas do mesmo sexo. Para Miguel Cançado, presidente em exercício da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), a medida é um “retrocesso moralista”.“As relações homoafetivas compõem uma realidade social que merecem a proteção legal”, afirmou.

Fonte:SRZD


FABIO A. SILVA - Postado mais de 7 anos atrás
NÃO PODE PORSPERAR...MESMO QUE SEJA ARBITRÁRIA,A DECISÃO DA MAGISTRATURA MAJORITÁRIA TEM QUE PREVALECER PARA NÃO HAVER DESORDENAMENTO JURÍDICO.


Publicidade


Outras Notícias


Cachoeiro se prepara para receber mais uma edição da Stone Fair

Bienal Rubem Braga terá encontro nacional de literatura fantástica

Dia D de vacinação contra gripe em Cachoeiro é no sábado (12)

Inscrições no Enem já começaram

Inscrições para o Enem passam de 200 mil em uma hora e meia

São Pedro de Tarantásia, foi um homem pacificador

Diocese de Cachoeiro adota medidas para evitar contágio de gripes

Santa Casa lança campanha para incentivar mulheres a doar sangue

Estudantes são assaltadas na porta de faculdade em Cachoeiro

Homem é morto durante tentativa de assalto em Cachoeiro

Nasceu; e agora? Psicólogos explicam como lidar com a depressão pós-parto

Atenção, motoristas! IPVA de veículos com finais de placas de 6 a 0 começa a vencer

Prorrogado para 10 de maio prazo para renovar contratos do Fies

Campanha de vacinação em todo o país vai até 01 de junho

Conta de luz: Em maio bandeira tarifária mais cara

D1 Notícias ©2010-2011. Todos direitos reservados.