Suzane Richthofen tem pedido de transferência negado pelo STJ

Svrichthofen

O Superior Tribunal de Justiça (STJ) negou nesta segunda-feira o pedido de transferência de Suzane von Richthofen, condenada pelo homicídio dos próprios pais em 2002. Suzane vai continuar na Penitenciária Santa Maria Eufrásia Pelletier, em Tremembé (SP).

Os advogados da jovem solicitaram que ela voltasse para um centro de ressocialização situado em Rio Claro, em São Paulo, e pediu ao STJ uma liminar para que a transferência para o presídio de Tremembé fosse anulada.

O vice-presidente do STJ, ministro Félix Fischer, recusou a liminar e argumentou que a determinação de transferência de Suzane decorreu de resolução administrativa do governo de São Paulo, em 2009.

A norma estadual diz que apenas presos condenados a penas inferiores a dez anos de reclusão podem permanecer no centro de ressocialização. Suzane foi condenada a 39 anos de prisão por homicídio triplamente qualificado.

O mérito do caso será julgado pela Sexta Turma do STJ, onde o processo é relatado pelo ministro Og Fernandes. Em junho, o STJ já havia negado um pedido de Suzane de prisão em regime semiaberto.



Publicidade


Outras Notícias


Cachoeiro se prepara para receber mais uma edição da Stone Fair

Bienal Rubem Braga terá encontro nacional de literatura fantástica

Dia D de vacinação contra gripe em Cachoeiro é no sábado (12)

Inscrições no Enem já começaram

Inscrições para o Enem passam de 200 mil em uma hora e meia

São Pedro de Tarantásia, foi um homem pacificador

Diocese de Cachoeiro adota medidas para evitar contágio de gripes

Santa Casa lança campanha para incentivar mulheres a doar sangue

Estudantes são assaltadas na porta de faculdade em Cachoeiro

Homem é morto durante tentativa de assalto em Cachoeiro

Nasceu; e agora? Psicólogos explicam como lidar com a depressão pós-parto

Atenção, motoristas! IPVA de veículos com finais de placas de 6 a 0 começa a vencer

Prorrogado para 10 de maio prazo para renovar contratos do Fies

Campanha de vacinação em todo o país vai até 01 de junho

Conta de luz: Em maio bandeira tarifária mais cara

D1 Notícias ©2010-2011. Todos direitos reservados.