Polícia identifica agressores de pai e filho confundidos com casal gay

Orelha22

As gravações do circuito de câmeras de segurança da feira agropecuária em que pai e fiho estavam, quando foram agredidos por grupo de jovens ao serem confundidos com casal homossexual estão sendo utilizadas pela polícia para apurar o caso.

Dos dois agressores identificados, apenas um deles foi encontrado: um serralheiro de 25 anos, que confessou a agressão e alegou estar embriagado. O outro rapaz ainda está sendo procurado.

Como a homofobia ainda não constitui crime, se o agressor sofrer alguma pena, será por lesão corporal. Porém, segundo o juiz Heitor Siqueira Pinheiro, uma lei do ano de 1989 não autoriza a prisão temporária para este tipo de violação da lei. Sendo assim, o rapaz está liberado.

O pai, de 42 anos, não conseguiu identificar nenhum agressor, pois foi agredido por trás e logo desmaiou. Já o filho de 18 anos voltou para a capital paulista, local onde mora e estuda, e diz ainda estar com medo.



Publicidade


Outras Notícias


Cachoeiro se prepara para receber mais uma edição da Stone Fair

Bienal Rubem Braga terá encontro nacional de literatura fantástica

Dia D de vacinação contra gripe em Cachoeiro é no sábado (12)

Inscrições no Enem já começaram

Inscrições para o Enem passam de 200 mil em uma hora e meia

São Pedro de Tarantásia, foi um homem pacificador

Diocese de Cachoeiro adota medidas para evitar contágio de gripes

Santa Casa lança campanha para incentivar mulheres a doar sangue

Estudantes são assaltadas na porta de faculdade em Cachoeiro

Homem é morto durante tentativa de assalto em Cachoeiro

Nasceu; e agora? Psicólogos explicam como lidar com a depressão pós-parto

Atenção, motoristas! IPVA de veículos com finais de placas de 6 a 0 começa a vencer

Prorrogado para 10 de maio prazo para renovar contratos do Fies

Campanha de vacinação em todo o país vai até 01 de junho

Conta de luz: Em maio bandeira tarifária mais cara

D1 Notícias ©2010-2011. Todos direitos reservados.