Promotora desmaia em sessão e advogado diz que clientes estão 'sob pressão'

Debora280

A promotora Deborah Guerner deixou a sessão ainda durante o julgamento, por volta das 11h, lado do marido Jorge Guerner, alegando que ele estava passando mal. Porém antes dos dois chegarem ao posto de atendimento, a promotora desmaiou.

Guerner afirmou que o marido poderia sofrer um AVC (Acidente Vascular Cerebral). “Eu sei que ele vai morrer de tanta injustiça”, disse a promotora aos gritos. Após um dos advogados informou que Jorge Guerner sofreu um princípio de AVC há duas semanas.

Por causa do tumulto, o julgamento foi paralisado por 10 minutos, mas prosseguiu normalmente e deve ser interrompido para almoço. De acordo com a defesa do casal Guerner, ambos vão ficar em observação no serviço médico do tribunal por pelo menos uma hora.

Questionado sobre a possibilidade de uma simulação de desmaio por parte de Deborah, o advogado afirmou que seus clientes estão sob pressão.

Nesta quinta-feira, a Corte Especial do TRF-1 decide se Deborah Guerner e o ex-procurador de Justiça do Distrito Federal Leonardo Bandarra irão responder a ação penal por crimes relacionados ao escândalo conhecido como mensalão do DEM.
Fonte:SRZD



Publicidade


Outras Notícias


PREFEITURA DE CACHOEIRO E SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE AMPLIA EXAMES

Caminhoneiro sofre sequestro-relâmpago e tem caminhão roubado em Cachoeiro

Motorista morre afogado em Itapemirim

Jovem de 15 anos morre após perder o controle de motocicleta na curva de Boa Vista, em Marataízes.

Público não comparece ao Carnaval de Cachoeiro

São Martiniano - O jovem eremita

Caminhão e carro batem de frente e duas pessoas morrem na BR 101 em Atílio Vivácqua

Campanha coleta mais de 40 toneladas de lixo eletrônico em Cachoeiro

Novas suspeitas de obras superfaturadas em Presidente Kennedy

Santos Rodrigo e Salomão - Sacerdotes mártires

Veículo com marcas de tiros é encontrado abandonado em bairro de Cachoeiro

Soldados do Exército chegam à Cachoeiro e já atuam em pontos estratégicos

Sesa atualiza dados de febre amarela

ProUni: estudantes capixabas ganham mais prazo para apresentar documentos

Fespes vai denunciar Estado Brasileiro a entidades internacionais de direitos humanos pelo caos no ES

D1 Notícias ©2010-2011. Todos direitos reservados.