Recém-nascido que é dado como morto chora minutos antes de velório

Santacasa2

Um bebê que foi dado como morto logo após seu nascimento e levado a uma funerária foi salvo pelos funcionários do local, que perceberam que ele ainda estava vivo. Quando o corpo já estava sendo preparado para o velório, a criança chorou.

O incidente ocorreu em Araxá, na Região do Alto Paranaíba, em Minas Gerais.

De acordo com parentes, o parto foi realizado em torno das 13h desta terça-feira e os pais logo foram informados de que a criança havia nascido prematura e tinha morrido.

A Santa Casa investiga o caso.

A unidade de saúde responsável pelo ocorrido não possui Unidade de Terapia Intensiva (UTI) Neonatal. A criança estava com dificuldades para respirar e seria transferida de lá no mesmo dia.


JULIANA - Postado mais de 6 anos atrás
Meu Deus do céu.... Que justiça seja feita, já pensou se essa criança só chora depois de enterrada, coitadinha que sofrimento, meu Deus tô em pânico, num to acreditando no que to lendo nao.. Meu Deus...Meu Deus... Não, não não acredito.... Que issoi, isso é erro médico...Primeiro a gente ouve falar de trocarem soro fisiológico por glicerina e morrer pessoas, isso em algum lugar do Brasil , não lembroonde, agora isso ... BRASILLLLLLLLLLLLL ACÓRDAAAAAAAAAAAAAAAAAA


Publicidade


Outras Notícias


PREFEITURA DE CACHOEIRO E SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE AMPLIA EXAMES

Caminhoneiro sofre sequestro-relâmpago e tem caminhão roubado em Cachoeiro

Motorista morre afogado em Itapemirim

Jovem de 15 anos morre após perder o controle de motocicleta na curva de Boa Vista, em Marataízes.

Público não comparece ao Carnaval de Cachoeiro

São Martiniano - O jovem eremita

Caminhão e carro batem de frente e duas pessoas morrem na BR 101 em Atílio Vivácqua

Campanha coleta mais de 40 toneladas de lixo eletrônico em Cachoeiro

Novas suspeitas de obras superfaturadas em Presidente Kennedy

Santos Rodrigo e Salomão - Sacerdotes mártires

Veículo com marcas de tiros é encontrado abandonado em bairro de Cachoeiro

Soldados do Exército chegam à Cachoeiro e já atuam em pontos estratégicos

Sesa atualiza dados de febre amarela

ProUni: estudantes capixabas ganham mais prazo para apresentar documentos

Fespes vai denunciar Estado Brasileiro a entidades internacionais de direitos humanos pelo caos no ES

D1 Notícias ©2010-2011. Todos direitos reservados.