INSS: novos trabalhadores terão que contribuir por quase 50 anos

Previ555

A partir de dezembro a maneira de calcular a aposentadoria dos novos trabalhadores vai mudar. O fator previdenciário vai ser substituído e as alternativas ainda são estudadas pelo governo. Uma delas é fazer com que o tempo de contribuição para o INSS chegue a quase 50 anos. As informações foram passadas nesta quinta-feira, pelo ministro da Previdência, Garibaldi Alves Filho.

A iniciativa considera a fórmula 95/105, que soma a idade e as contribuições dos segurados. A idade mínima é uma hipótese considerada pelo governo.

“Ainda não há uma definição do que irá substituir o fator. Não pode haver uma eliminação pura e simples, é preciso achar uma alternativa melhor, mas que não deixe o governo desprotegido quanto à sua receita, que é fundamental para o pagamento dos benefícios”, disse.

As discussões passarão pela Casa Civil, Previdência, Fazenda e Planejamento. Aposentados e centrais sindicais também têm participação na negociação.

Fonte: SRZD



Publicidade


Outras Notícias


Novas suspeitas de obras superfaturadas em Presidente Kennedy

Santos Rodrigo e Salomão - Sacerdotes mártires

Veículo com marcas de tiros é encontrado abandonado em bairro de Cachoeiro

Soldados do Exército chegam à Cachoeiro e já atuam em pontos estratégicos

Sesa atualiza dados de febre amarela

ProUni: estudantes capixabas ganham mais prazo para apresentar documentos

Fespes vai denunciar Estado Brasileiro a entidades internacionais de direitos humanos pelo caos no ES

Procurador-geral da República vem ao Estado para dar aval à 'reforma da PM'

Governo abre processo contra 703 militares envolvidos em ‘revolta armada’

Famílias de militares seguem irredutíveis na porta dos batalhões

Nossa Senhora de Lourdes

São Miguel Febres - Padroeiro dos pedagogos

Atenção! Excesso de peso na mochila pode prejudicar saúde das crianças

Peritos aceleram liberação de cadáveres para receber mais corpos no DML

ARENA VERÃO 2017 COMEÇA NESTE FINAL DE SEMANA EM MARATAÍZES

D1 Notícias ©2010-2011. Todos direitos reservados.