ONU quer investigação sobre morte de Gadafi

Gadafi_antonio_cruz_abr2

O Alto Comissariado da ONU para os Direitos Humanos pediu nesta sexta-feira uma investigação para analisar as circunstâncias que envolveram a morte do ditador líbio, Muammar Gadafi, cujas imagens o mostram o ex-dirigente vivo. Enquanto isso, uma fonte diplomática informou que países membros da Otan marcaram uma reunião em Bruxelas para debater o fim da missão na Líbia.

O porta-voz do Alto Comissariado, Rupert Colville, afirmou que as circunstâncias ainda não são claras e por isso é necessária uma investigação. O conselho de embaixadores da Otan se encontrá nesta sexta para determinar a data do fim da operação iniciada em 31 de março.

Tiro na cabeça

O líder líbio deposto Muammar Gadafi morreu com um tiro na cabeça durante um tiroteio entre as tropas de resistência e rebeldes nesta quinta-feira em Sirte, declarou o chefe do poder executivo do Conselho Nacional de Transição (CNT), Mahmoud Jibril. De acordo com ele, quando os soldados encontraram Gadafi, ele ainda estava saudável e carregava uma arma.

Ainda segundo Jibril, o ex-dirigente teria sido preso e carregado em uma pick up. Porém, quando o veículo arrancou, acabou entrando no meio de um tiroteio entre os defensores de Gadafi e os revolucionários. Durante a troca de tiros, o ditador teria sido atingido na cabeça, alegou Jibril em uma coletiva de imprensa na capital Trípoli.
Fonte: SRZD



Publicidade


Outras Notícias


Novas suspeitas de obras superfaturadas em Presidente Kennedy

Santos Rodrigo e Salomão - Sacerdotes mártires

Veículo com marcas de tiros é encontrado abandonado em bairro de Cachoeiro

Soldados do Exército chegam à Cachoeiro e já atuam em pontos estratégicos

Sesa atualiza dados de febre amarela

ProUni: estudantes capixabas ganham mais prazo para apresentar documentos

Fespes vai denunciar Estado Brasileiro a entidades internacionais de direitos humanos pelo caos no ES

Procurador-geral da República vem ao Estado para dar aval à 'reforma da PM'

Governo abre processo contra 703 militares envolvidos em ‘revolta armada’

Famílias de militares seguem irredutíveis na porta dos batalhões

Nossa Senhora de Lourdes

São Miguel Febres - Padroeiro dos pedagogos

Atenção! Excesso de peso na mochila pode prejudicar saúde das crianças

Peritos aceleram liberação de cadáveres para receber mais corpos no DML

ARENA VERÃO 2017 COMEÇA NESTE FINAL DE SEMANA EM MARATAÍZES

D1 Notícias ©2010-2011. Todos direitos reservados.