Norte-americano é condenado à morte no Irã

Amir_mirzai

O norte-americano descendente de iranianos, Amir Mirzai Hekmati, recebeu sentença de morte pelo tribunal revolucionário de Teerã.

Segundo informou a agência “Fars”, o jovem de 28 anos é culpado por colaborar com os Estados Unidos, exercendo o trabalho de espião para a CIA. Além da espionagem, ele foi condenado por “tentar acusar o Irã de envolvimento com o terrorismo”.

Apesar de ter sido classificado como “moharab” (em guerra contra Deus) e “corrupto na Terra” pelo tribunal, Amir Mirzai pode apelar da decisão judicial.

Os Estados Unidos intervieram com pedido de libertação e os representantes suíços dos interesses americanos em Teerã solicitaram visita ao réu, sem sucesso.



Publicidade


Outras Notícias


PREFEITURA DE CACHOEIRO E SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE AMPLIA EXAMES

Caminhoneiro sofre sequestro-relâmpago e tem caminhão roubado em Cachoeiro

Motorista morre afogado em Itapemirim

Jovem de 15 anos morre após perder o controle de motocicleta na curva de Boa Vista, em Marataízes.

Público não comparece ao Carnaval de Cachoeiro

São Martiniano - O jovem eremita

Caminhão e carro batem de frente e duas pessoas morrem na BR 101 em Atílio Vivácqua

Campanha coleta mais de 40 toneladas de lixo eletrônico em Cachoeiro

Novas suspeitas de obras superfaturadas em Presidente Kennedy

Santos Rodrigo e Salomão - Sacerdotes mártires

Veículo com marcas de tiros é encontrado abandonado em bairro de Cachoeiro

Soldados do Exército chegam à Cachoeiro e já atuam em pontos estratégicos

Sesa atualiza dados de febre amarela

ProUni: estudantes capixabas ganham mais prazo para apresentar documentos

Fespes vai denunciar Estado Brasileiro a entidades internacionais de direitos humanos pelo caos no ES

D1 Notícias ©2010-2011. Todos direitos reservados.