Norte-americano é condenado à morte no Irã

Amir_mirzai

O norte-americano descendente de iranianos, Amir Mirzai Hekmati, recebeu sentença de morte pelo tribunal revolucionário de Teerã.

Segundo informou a agência “Fars”, o jovem de 28 anos é culpado por colaborar com os Estados Unidos, exercendo o trabalho de espião para a CIA. Além da espionagem, ele foi condenado por “tentar acusar o Irã de envolvimento com o terrorismo”.

Apesar de ter sido classificado como “moharab” (em guerra contra Deus) e “corrupto na Terra” pelo tribunal, Amir Mirzai pode apelar da decisão judicial.

Os Estados Unidos intervieram com pedido de libertação e os representantes suíços dos interesses americanos em Teerã solicitaram visita ao réu, sem sucesso.



Publicidade


Outras Notícias


Novas suspeitas de obras superfaturadas em Presidente Kennedy

Santos Rodrigo e Salomão - Sacerdotes mártires

Veículo com marcas de tiros é encontrado abandonado em bairro de Cachoeiro

Soldados do Exército chegam à Cachoeiro e já atuam em pontos estratégicos

Sesa atualiza dados de febre amarela

ProUni: estudantes capixabas ganham mais prazo para apresentar documentos

Fespes vai denunciar Estado Brasileiro a entidades internacionais de direitos humanos pelo caos no ES

Procurador-geral da República vem ao Estado para dar aval à 'reforma da PM'

Governo abre processo contra 703 militares envolvidos em ‘revolta armada’

Famílias de militares seguem irredutíveis na porta dos batalhões

Nossa Senhora de Lourdes

São Miguel Febres - Padroeiro dos pedagogos

Atenção! Excesso de peso na mochila pode prejudicar saúde das crianças

Peritos aceleram liberação de cadáveres para receber mais corpos no DML

ARENA VERÃO 2017 COMEÇA NESTE FINAL DE SEMANA EM MARATAÍZES

D1 Notícias ©2010-2011. Todos direitos reservados.