Juiz bloqueia arrecadação de "Ai Se Eu Te Pego" em liminar

Telo

Os direitos autorais de “Ai Se Eu Te Pego”, música brasileira de maior repercussão internacional nos últimos anos, viraram alvo de disputa na Justiça. Até agora, nove pessoas já disseram ter participado da composição.

Em meio ao imbróglio, o juiz Miguel de Brito Lyra Filho, da 3ª Vara Cível de João Pessoa, determinou, na última segunda-feira (12), em caráter liminar, que todo o dinheiro gerado com a venda, execução ou distribuição da música seja depositado em juízo.

A decisão veio à tona depois que as estudantes Marcella Ramalho, Maria Eduarda dos Santos e Amanda Queiroga foram à Justiça declarando ser coautoras da canção, que só virou hit a partir da versão gravada pelo sertanejo Michel Teló.

Segundo um dos advogados delas, Miguel de Farias Cascudo, o refrão foi criado durante uma viagem de um grupo de adolescentes de João Pessoa a um parque da Disney, nos EUA, em 2006.

Ainda de acordo com o advogado, o refrão foi composto por sete garotas (entre elas as três estudantes) que dividiram um quarto durante a excursão. Dois anos depois, prossegue Cascudo, parte do grupo viajou à Bahia, e o trecho, cantado por elas no local, chamou a atenção da cantora Sharon Acioly.

Em seguida, sustenta o advogado, a artista registrou “Ai Se Eu Te Pego” a partir da junção do trecho criado pelas estudantes e de uma música de Antônio Diggs, que viraria a introdução da canção atual.

“A Sharon não pode ser considerada coautora de uma obra que ela não construiu. As meninas seriam autoras com o Antônio Diggs”, afirmou o advogado.

Procurada, Sharon disse, via assessoria de imprensa, que não vai comentar o caso.



Publicidade


Outras Notícias


Novas suspeitas de obras superfaturadas em Presidente Kennedy

Santos Rodrigo e Salomão - Sacerdotes mártires

Veículo com marcas de tiros é encontrado abandonado em bairro de Cachoeiro

Soldados do Exército chegam à Cachoeiro e já atuam em pontos estratégicos

Sesa atualiza dados de febre amarela

ProUni: estudantes capixabas ganham mais prazo para apresentar documentos

Fespes vai denunciar Estado Brasileiro a entidades internacionais de direitos humanos pelo caos no ES

Procurador-geral da República vem ao Estado para dar aval à 'reforma da PM'

Governo abre processo contra 703 militares envolvidos em ‘revolta armada’

Famílias de militares seguem irredutíveis na porta dos batalhões

Nossa Senhora de Lourdes

São Miguel Febres - Padroeiro dos pedagogos

Atenção! Excesso de peso na mochila pode prejudicar saúde das crianças

Peritos aceleram liberação de cadáveres para receber mais corpos no DML

ARENA VERÃO 2017 COMEÇA NESTE FINAL DE SEMANA EM MARATAÍZES

D1 Notícias ©2010-2011. Todos direitos reservados.