Eike lamenta acidente, mas diz que imprudência não foi de Thor

Thor9

O empresário Eike Batista, 55, pai de Thor Batista, 20, que atropelou um ciclista na noite deste sábado (17) no Rio, afirmou na noite deste domingo que o acidente não foi causado pelo filho.

Família de rapaz atropelado diz que vai processar Thor

“Minha solidariedade à família e meu compromisso de que toda a assistência necessária será prestada. Infelizmente aconteceu um acidente fatal. Porém a imprudência não foi do Thor”, afirmou, em sua conta oficial no microblog Twitter

O advogado também questiona o procedimento adotado pela polícia, que teria liberado a remoção do carro de Thor de maneira irregular, segundo ele.

“Nunca vi tanta agilidade em um caso desse, às vezes o corpo e o carro de um atropelado ficam o dia inteiro até sair do local. E nunca vi o atropelador não ser conduzido para a delegacia quando há polícia no local. Se fosse José matando José não tinha sido assim”, afirmou.

Carvalho disse que moradores da região afirmam que o corpo de Wanderson foi retirado do local por volta das 3h, e que nesse horário o carro de Thor já havia sido retirado. O carro chegou a ser recolhido para um pátio da Polícia Rodoviária Federal, mas o advogado do jovem conseguiu levar o carro sob a garantia de não modificar o estado do veículo.

“Sobre o acidente, Thor Batista lamenta profundamente o ocorrido (..) O empresário chamou a ambulância da Concer (concessionária da rodovia) para prestar atendimento. Thor estava na velocidade permitida, fez o teste do bafômetro e firmou declaração de próprio punho descrevendo o acidente, no posto da Polícia Rodoviária Federal. Thor prestará toda a assistência à família de Wanderson e comparecerá no curso da semana para prestar depoimento na 61ª DP”, afirmou a nota do grupo EBX.

A polícia confirmou que os testes de bafômetro de Thor e do carona deram negativo para a ingestão de bebida alcoólica. Thor será indiciado por homicídio culposo, quando não há intenção de matar. O caso foi registrado na 61ª DP (Xerém).

O corpo de Wanderson foi enterrado no final da tarde no cemitério de Xerém.

Além de ajudante de caminhoneiro, ele fazia bicos também como operário —ele não concluiu o 2º grau. A tia Maria, mãe de criação do rapaz, afirmou que ele foi abandonado pela mãe aos oito anos de idade e não conheceu o pai.



Publicidade


Outras Notícias


Cachoeiro se prepara para receber mais uma edição da Stone Fair

Bienal Rubem Braga terá encontro nacional de literatura fantástica

Dia D de vacinação contra gripe em Cachoeiro é no sábado (12)

Inscrições no Enem já começaram

Inscrições para o Enem passam de 200 mil em uma hora e meia

São Pedro de Tarantásia, foi um homem pacificador

Diocese de Cachoeiro adota medidas para evitar contágio de gripes

Santa Casa lança campanha para incentivar mulheres a doar sangue

Estudantes são assaltadas na porta de faculdade em Cachoeiro

Homem é morto durante tentativa de assalto em Cachoeiro

Nasceu; e agora? Psicólogos explicam como lidar com a depressão pós-parto

Atenção, motoristas! IPVA de veículos com finais de placas de 6 a 0 começa a vencer

Prorrogado para 10 de maio prazo para renovar contratos do Fies

Campanha de vacinação em todo o país vai até 01 de junho

Conta de luz: Em maio bandeira tarifária mais cara

D1 Notícias ©2010-2011. Todos direitos reservados.