Eike lamenta acidente, mas diz que imprudência não foi de Thor

Thor9

O empresário Eike Batista, 55, pai de Thor Batista, 20, que atropelou um ciclista na noite deste sábado (17) no Rio, afirmou na noite deste domingo que o acidente não foi causado pelo filho.

Família de rapaz atropelado diz que vai processar Thor

“Minha solidariedade à família e meu compromisso de que toda a assistência necessária será prestada. Infelizmente aconteceu um acidente fatal. Porém a imprudência não foi do Thor”, afirmou, em sua conta oficial no microblog Twitter

O advogado também questiona o procedimento adotado pela polícia, que teria liberado a remoção do carro de Thor de maneira irregular, segundo ele.

“Nunca vi tanta agilidade em um caso desse, às vezes o corpo e o carro de um atropelado ficam o dia inteiro até sair do local. E nunca vi o atropelador não ser conduzido para a delegacia quando há polícia no local. Se fosse José matando José não tinha sido assim”, afirmou.

Carvalho disse que moradores da região afirmam que o corpo de Wanderson foi retirado do local por volta das 3h, e que nesse horário o carro de Thor já havia sido retirado. O carro chegou a ser recolhido para um pátio da Polícia Rodoviária Federal, mas o advogado do jovem conseguiu levar o carro sob a garantia de não modificar o estado do veículo.

“Sobre o acidente, Thor Batista lamenta profundamente o ocorrido (..) O empresário chamou a ambulância da Concer (concessionária da rodovia) para prestar atendimento. Thor estava na velocidade permitida, fez o teste do bafômetro e firmou declaração de próprio punho descrevendo o acidente, no posto da Polícia Rodoviária Federal. Thor prestará toda a assistência à família de Wanderson e comparecerá no curso da semana para prestar depoimento na 61ª DP”, afirmou a nota do grupo EBX.

A polícia confirmou que os testes de bafômetro de Thor e do carona deram negativo para a ingestão de bebida alcoólica. Thor será indiciado por homicídio culposo, quando não há intenção de matar. O caso foi registrado na 61ª DP (Xerém).

O corpo de Wanderson foi enterrado no final da tarde no cemitério de Xerém.

Além de ajudante de caminhoneiro, ele fazia bicos também como operário —ele não concluiu o 2º grau. A tia Maria, mãe de criação do rapaz, afirmou que ele foi abandonado pela mãe aos oito anos de idade e não conheceu o pai.



Publicidade


Outras Notícias


Novas suspeitas de obras superfaturadas em Presidente Kennedy

Santos Rodrigo e Salomão - Sacerdotes mártires

Veículo com marcas de tiros é encontrado abandonado em bairro de Cachoeiro

Soldados do Exército chegam à Cachoeiro e já atuam em pontos estratégicos

Sesa atualiza dados de febre amarela

ProUni: estudantes capixabas ganham mais prazo para apresentar documentos

Fespes vai denunciar Estado Brasileiro a entidades internacionais de direitos humanos pelo caos no ES

Procurador-geral da República vem ao Estado para dar aval à 'reforma da PM'

Governo abre processo contra 703 militares envolvidos em ‘revolta armada’

Famílias de militares seguem irredutíveis na porta dos batalhões

Nossa Senhora de Lourdes

São Miguel Febres - Padroeiro dos pedagogos

Atenção! Excesso de peso na mochila pode prejudicar saúde das crianças

Peritos aceleram liberação de cadáveres para receber mais corpos no DML

ARENA VERÃO 2017 COMEÇA NESTE FINAL DE SEMANA EM MARATAÍZES

D1 Notícias ©2010-2011. Todos direitos reservados.