Adolescentes dormem algemados em unidade superlotada em Vitória

Algemadas

Adolescentes suspeitos de praticarem atos infracionais sem terem sido processados se amontoam em uma unidade de atendimento inicial em Vitória, no Espírito Santo.

Uma inspeção do Conselho de Direitos Humanos do Espírito Santo e do Conselho da Criança e do Adolescente realizada no último domingo na unidade constatou que 84 adolescentes vivem em um espaço para no máximo 30.

Como não havia espaço em uma das quatro celas da ala em funcionamento, alguns adolescentes dormiam nos corredores, algemados em duplas. Segundo os próprios adolescentes, 16 estavam nessa situação.

Para o advogado André Monteiro, do Conselho de Direitos Humanos, somente os adolescentes que praticaram violência contra alguém deveriam aguardar a denúncia do Ministério Público na unidade. “Os que praticaram furto, tráfico de drogas, entre outros, podem esperar para a Justiça definir se serão denunciados ou não em casa”, disse Monteiro.

Segundo Silvana Gallina, diretora do Instituto de Atendimento Socioeducativo do Espírito Santo (Iases), os adolescentes não podem ser liberados sem uma decisão judicial, que muitas vezes demora a ser feita.

Monteiro disse ainda que o Conselho pediu o fechamento da unidade em abril de 2011 e depois, de novo, neste mês. “De todas as cadeias, unidades para adolescentes, presídios, essa é a pior do Estado. A estrutura física está muito depreciada”, disse.

O advogado solicitou nesta quarta-feira o habeas corpus dos adolescentes que se encontram na unidade.

Mais imagems

Algemados 2


Publicidade


Outras Notícias


PREFEITURA DE CACHOEIRO E SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE AMPLIA EXAMES

Caminhoneiro sofre sequestro-relâmpago e tem caminhão roubado em Cachoeiro

Motorista morre afogado em Itapemirim

Jovem de 15 anos morre após perder o controle de motocicleta na curva de Boa Vista, em Marataízes.

Público não comparece ao Carnaval de Cachoeiro

São Martiniano - O jovem eremita

Caminhão e carro batem de frente e duas pessoas morrem na BR 101 em Atílio Vivácqua

Campanha coleta mais de 40 toneladas de lixo eletrônico em Cachoeiro

Novas suspeitas de obras superfaturadas em Presidente Kennedy

Santos Rodrigo e Salomão - Sacerdotes mártires

Veículo com marcas de tiros é encontrado abandonado em bairro de Cachoeiro

Soldados do Exército chegam à Cachoeiro e já atuam em pontos estratégicos

Sesa atualiza dados de febre amarela

ProUni: estudantes capixabas ganham mais prazo para apresentar documentos

Fespes vai denunciar Estado Brasileiro a entidades internacionais de direitos humanos pelo caos no ES

D1 Notícias ©2010-2011. Todos direitos reservados.