Enem 2012: governo gastará mais com mudanças na redação

Enem_2012_2

Após o anúncio de mudanças a serem aplicadas na prova do Enem de 2012, o ministro da Educação, Aloizio Mercadante, disse, nesta sexta-feira, que as alterações vão acarretar em um custo maio rpara o governo, especialmente por conta da contratação de mais funcionários para trabalhar na aplicação e correção dos testes.

As mudanças foram feitas para garantir melhores mecanismos contra fraude e um sistem amais justo de correção das provas.

No ano passado, o exame representou um custo de R$ 238,5 milhões para o governo. O valor que o teste vai custar com as mudanças, em 2012, ainda não foi divulgado. Embora o gasto torne-se alto, Mercadante explicou que “é um custo muito menor do que os erros que nós podemos ter”.

O ministro ainda destacou que o MEC vai dibulgar em julho o manual de orientação aos candidatos, para que eles fiquem cientes e entendam as mudanças no sistema de correção da redação.



Publicidade


Outras Notícias


Novas suspeitas de obras superfaturadas em Presidente Kennedy

Santos Rodrigo e Salomão - Sacerdotes mártires

Veículo com marcas de tiros é encontrado abandonado em bairro de Cachoeiro

Soldados do Exército chegam à Cachoeiro e já atuam em pontos estratégicos

Sesa atualiza dados de febre amarela

ProUni: estudantes capixabas ganham mais prazo para apresentar documentos

Fespes vai denunciar Estado Brasileiro a entidades internacionais de direitos humanos pelo caos no ES

Procurador-geral da República vem ao Estado para dar aval à 'reforma da PM'

Governo abre processo contra 703 militares envolvidos em ‘revolta armada’

Famílias de militares seguem irredutíveis na porta dos batalhões

Nossa Senhora de Lourdes

São Miguel Febres - Padroeiro dos pedagogos

Atenção! Excesso de peso na mochila pode prejudicar saúde das crianças

Peritos aceleram liberação de cadáveres para receber mais corpos no DML

ARENA VERÃO 2017 COMEÇA NESTE FINAL DE SEMANA EM MARATAÍZES

D1 Notícias ©2010-2011. Todos direitos reservados.