Enem 2012: governo gastará mais com mudanças na redação

Enem_2012_2

Após o anúncio de mudanças a serem aplicadas na prova do Enem de 2012, o ministro da Educação, Aloizio Mercadante, disse, nesta sexta-feira, que as alterações vão acarretar em um custo maio rpara o governo, especialmente por conta da contratação de mais funcionários para trabalhar na aplicação e correção dos testes.

As mudanças foram feitas para garantir melhores mecanismos contra fraude e um sistem amais justo de correção das provas.

No ano passado, o exame representou um custo de R$ 238,5 milhões para o governo. O valor que o teste vai custar com as mudanças, em 2012, ainda não foi divulgado. Embora o gasto torne-se alto, Mercadante explicou que “é um custo muito menor do que os erros que nós podemos ter”.

O ministro ainda destacou que o MEC vai dibulgar em julho o manual de orientação aos candidatos, para que eles fiquem cientes e entendam as mudanças no sistema de correção da redação.



Publicidade


Outras Notícias


Espírito Santo enfrenta desafio de vencer transmissão vertical do HIV, da hepatite B e da sífilis

Leptospirose é doença grave e transmitida por água contaminada de enchentes

Publicado decreto que autoriza uso do FGTS para compra de próteses

Saiba mais sobre as vacinas contra a gripe disponíveis no Brasil

Santo Apolônio, seu amor a Deus foi concreto

Inscrições para Cachoeirense Ausente de 2018 abrem nesta sexta (23)

Desfile e mostra cultural festejam emancipação de Cachoeiro

“A defesa da água é a defesa da vida”, afirma Papa

São Zacarias, Papa

Mais de cinco mil assinaturas reivindicam asfalto em comunidades de Alegre

São Nicolau de Flue, eremita

Prefeitura de Cachoeiro tenta disciplinar trânsito em cruzamento

Pai é preso suspeito de estuprar a filha de 11 anos em Marataízes

PM encontra pé de maconha dentro de casa em Cachoeiro

Torta Capixaba Orgulho da Nossa Gastronomia

D1 Notícias ©2010-2011. Todos direitos reservados.