Mãe é presa suspeita de assassinar os dois filhos no Paraná, diz polícia

Mae mata parana

Uma mulher foi presa sob suspeita de assassinar os dois filhos, um menino de 10 anos e uma menina de sete, no município de Palmeira, na região dos Campos Gerais, no Paraná. Segundo o delegado Leonardo Bueno Carneiro, o crime foi planejado e ocorreu em uma chácara da família por volta das 21h de segunda-feira (9). O depoimento durou cerca de seis horas e a jovem, de 25 anos, acabou confessando o crime, segundo a polícia.
“Ela contou que estava cansada de viver na miséria e que decidiu fugir da cidade e do marido, de 70 anos. Para isso, ela disse que precisava se ‘livrar’ dos filhos”, disse o delegado.
Ainda segundo Carneiro, enquanto o marido e um cunhado dormiam, a mulher chamou primeiro a menina para o lado de fora da casa. “Ela disse que iria brincar e pediu para a menina morder um pedaço de pano (para que não gritasse). Depois, ela deu golpes com uma barra de ferro e com uma faca. Em seguida, ela chamou o irmão e fez o mesmo procedimento”. Depois, a jovem levou os corpos em um matagal, próximo da chácara.
Depois de cometer o assassinato, a jovem correu para dentro da casa pedindo socorro e disse ao marido que tinha sido atacada por três homens encapuzados e que eles tinham levado as crianças. “Ela ainda fez uns cortes na perna e deu uma pedrada na cabeça para simular o ataque”. O marido, que não era o pai biológico das crianças, contou aos policiais que ela era agressiva e que era viciada em álcool e drogas.
“Durante o depoimento ela disse que estava arrependida, mas a expressão e a frieza com que contava os fatos, mostrou o contrário”, disse Carneiro.
De acordo com a polícia, a jovem deve responder por homicídio duplamente qualificado e por traição e emboscada, onde não há chance de defesa. Se for condenada, a pena pode variar entre 12 e 30 anos de prisão.



Publicidade


Outras Notícias


Novas suspeitas de obras superfaturadas em Presidente Kennedy

Santos Rodrigo e Salomão - Sacerdotes mártires

Veículo com marcas de tiros é encontrado abandonado em bairro de Cachoeiro

Soldados do Exército chegam à Cachoeiro e já atuam em pontos estratégicos

Sesa atualiza dados de febre amarela

ProUni: estudantes capixabas ganham mais prazo para apresentar documentos

Fespes vai denunciar Estado Brasileiro a entidades internacionais de direitos humanos pelo caos no ES

Procurador-geral da República vem ao Estado para dar aval à 'reforma da PM'

Governo abre processo contra 703 militares envolvidos em ‘revolta armada’

Famílias de militares seguem irredutíveis na porta dos batalhões

Nossa Senhora de Lourdes

São Miguel Febres - Padroeiro dos pedagogos

Atenção! Excesso de peso na mochila pode prejudicar saúde das crianças

Peritos aceleram liberação de cadáveres para receber mais corpos no DML

ARENA VERÃO 2017 COMEÇA NESTE FINAL DE SEMANA EM MARATAÍZES

D1 Notícias ©2010-2011. Todos direitos reservados.