Bebê que quase se afogou em berçário ainda está em estado grave

Images

O estado de saúde do bebê de dois anos que quase se afogou na piscina de um berçário particular do bairro Setor Serrinha, em Goiânia (GO) é considerado delicado. O garoto apresentou melhora clínica, mas continuava internado na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) em coma induzido nesta terça-feira (24).

De acordo com o Igope (Instituto Goiano de Pediatria), ele ainda está em coma e respira com a ajuda de aparelhos. Um edema cerebral se formou, mas a equipe médica acredita que o menino irá reagir aos poucos. O acidente aconteceu no dia 2 de julho. Outra menina, que também caiu na piscina, já passa bem.

Leia mais notícias de Cidades

Os pais das duas crianças não quiseram apresentar queixa contra o berçário e disseram acreditar que o acidente tenha sido uma fatalidade. De acordo com a delegada Renata Vieira, eles não acreditam que a escola tenha tido culpa, mas a mãe da menina confirmou ter visto o portão da piscina aberto várias vezes, o que caracteriza negligência.

Segundo a direção do berçário, uma criança caiu na piscina e uma funcionária entrou na água para retirá-la, quando a outra caiu em seguida. No local existem grades, mas possivelmente estavam abertas, segundo informações da escola.
No entanto, as investigações indicaram que as crianças teriam caído ao mesmo tempo na água. De acordo com a delegada Renata Vieira, teria sido impossível que o menino caísse dentro da piscina quando os funcionários já socorriam a primeira vítima.

A delegada informou que pelos depoimentos que ouviu, ela acredita que eles tenham visto apenas a menina na água e depois o menino, por isso ele ficou mais tempo na água e ficou em estado mais delicado.



Publicidade


Outras Notícias


Novas suspeitas de obras superfaturadas em Presidente Kennedy

Santos Rodrigo e Salomão - Sacerdotes mártires

Veículo com marcas de tiros é encontrado abandonado em bairro de Cachoeiro

Soldados do Exército chegam à Cachoeiro e já atuam em pontos estratégicos

Sesa atualiza dados de febre amarela

ProUni: estudantes capixabas ganham mais prazo para apresentar documentos

Fespes vai denunciar Estado Brasileiro a entidades internacionais de direitos humanos pelo caos no ES

Procurador-geral da República vem ao Estado para dar aval à 'reforma da PM'

Governo abre processo contra 703 militares envolvidos em ‘revolta armada’

Famílias de militares seguem irredutíveis na porta dos batalhões

Nossa Senhora de Lourdes

São Miguel Febres - Padroeiro dos pedagogos

Atenção! Excesso de peso na mochila pode prejudicar saúde das crianças

Peritos aceleram liberação de cadáveres para receber mais corpos no DML

ARENA VERÃO 2017 COMEÇA NESTE FINAL DE SEMANA EM MARATAÍZES

D1 Notícias ©2010-2011. Todos direitos reservados.