Emissão de passaportes é afetada com greve da PF, diz federação

Pf_1_1

Funcionários da Polícia Federal entraram em greve por melhores salários nesta terça-feira (7), e fizeram manifestações por várias cidades do país. Segundo a Federação Nacional dos Policiais Federais (Fenapef), cerca de 70% da corporação aderiu à paralisação, o equivalente a aproximadamente “seis mil policiais ou agentes federais do total de nove mil”, informou a entidade. Apenas 30% do efetivo está mantido para casos emergenciais.
Ainda de acordo com a Fenapef, o serviço de emissão e entrega de passaportes, o policiamento nas fronteiras do país e o trabalho nos aeroportos brasileiros foram os mais comprometidos com a greve dos policiais federais.
Em levantamento feito pela federação, a greve já é considerada a maior já feita pelos policiais federais, com adesão de integrantes da coporação nos 26 estados e no Distrito Federal.
Os grevistas pedem reestruturação de carreira e aumento salarial, que eram consideradas como de nível médio e passou a ser reconhecida como de nível superior pelo governo federal. Desta forma, o piso salarial passaria dos atuais R$ 7,7 mil para R$ 12 mil a partir do ano que vem.
Em São Paulo
Nesta terça, os policiais federais apenas fizeram uma manifestação que começou no terminal de cargas da Infraero e seguiu para os terminais de embarque. Eles se encontraram com servidores das dez agências reguladoras federais e ainda com representaRio de Janeiro
A paralisação foi aprovada nesta terça-feira. Uma manifestação foi realizada na frente do prédio da Superintendência Regional da PF. Na quinta-feira, os policiais anunciaram que vão fazer operação padrão nos aeroportos.
Minas Gerais
Agentes, escrivães e papiloscopistas de Minas Gerais aderiram à paralisação. Durante a manhã desta terça-feira, os policiais fizeram um ato simbólico de entrega das armas e distintivos em frente à sede da PF. Durante a tarde, a categoria promoveu panfletagem na Praça Sete de Setembro, um dos pontos de maior movimento no Centro da capital mineira. Delegacias do interior aderiram ao movimento.
Rio Grande do Sul
Os policiais federais realizaram operação padrão no Aeroporto Salgado Filho. Houve adesão dos agentes das 13 delegacias do estado. Efetivo emergencial de 30% dos policiais foi mantido.
Espírito Santo
Policiais entregaram as armas, fizeram concentração e manifestação na frente da supeprintendência. A adesão é de 100% da corporação no estado.
Distrito Federal
Policiais fizeram ato público em frente ao edifício sede, operação padrão no Aeroporto Internacional e panfletagem. Adesão de 100% da corporação.
Ceará
Policiais entregaram as armas em frente ao anexo da Superintendência Regional. Delegacia de Juazeiro do Norte está paralisada. Efetivo emergencial de 30% dos policiais foi mantido.
Pernambuco
Policiais entregaram as armas em frente ao prédio da Superintendência Regional, fizeram um ato público e uma operação padrão no aeroporto.
Rio Grande do Norte
Entrega simbólica das armas, concentração em frente ao prédio da Superintendência Regional, com adesão de 100% da corporação.
Alagoas
Policiais fizeram a entrega das armas.
Rondônia
Policiais federais fizeram operação padrão no Aeroporto Jorge Teixeira.
Acre
Policiais entregaram as armas e os distintivos. As duas delegacias estão fechadas. Em Epitaciolândia (AC), policiais vão atuar em esquema de operação padrão.
Piauí
Paralisação em frente ao prédio da Superintendência Regional e da delegacia de Parnaíba e do aeroporto.
Pará
Entrega simbólica das armas. As quatro delegacias do interior estão fechadas.ntes da Receita Federal e do Ministério da Agricultura.

Paraíba
Policiais fizeram concentração em frente ao prédio da Superintendência Regional.
Santa Catarina
Adesão de 100% do efetivo. Somente os serviços essenciais foram mantidos.
Sergipe
Policiais federais em greve realizaram manifestação em frente à sede da PF no estado.
Roraima
Adesão de 100% do efetivo da capital.
Amazonas
Adesão total em Manaus e nas unidades do interior.
Goiás
Houve entrega das armas e panfletagem em Goiânia. No interior, policiais participaram da manifestação nesta terça.
Mato Grosso
Policiais ocuparam o prédio da superintendência em Cuiabá. Nas delegacias do interior houve protestos e paralisação.
Mato Grosso do Sul
Delegacias de Dourados e de Ponta Porã estão fechadas. Na capital policiais fizeram manifestação.
Maranhão
Serviços essenciais foram mantidos.

Amapá
Serviços essenciais foram mantidos.
Bahia
Policiais federais pararam atividades em Salvador e nas delegacias do interior.
Tocantins
Serviços essenciais foram mantidos.



Publicidade


Outras Notícias


Cachoeiro se prepara para receber mais uma edição da Stone Fair

Bienal Rubem Braga terá encontro nacional de literatura fantástica

Dia D de vacinação contra gripe em Cachoeiro é no sábado (12)

Inscrições no Enem já começaram

Inscrições para o Enem passam de 200 mil em uma hora e meia

São Pedro de Tarantásia, foi um homem pacificador

Diocese de Cachoeiro adota medidas para evitar contágio de gripes

Santa Casa lança campanha para incentivar mulheres a doar sangue

Estudantes são assaltadas na porta de faculdade em Cachoeiro

Homem é morto durante tentativa de assalto em Cachoeiro

Nasceu; e agora? Psicólogos explicam como lidar com a depressão pós-parto

Atenção, motoristas! IPVA de veículos com finais de placas de 6 a 0 começa a vencer

Prorrogado para 10 de maio prazo para renovar contratos do Fies

Campanha de vacinação em todo o país vai até 01 de junho

Conta de luz: Em maio bandeira tarifária mais cara

D1 Notícias ©2010-2011. Todos direitos reservados.