Ossada é encontrada em lixão por moradores de bairro em Vitória

Ossada2

Um grupo de moradores do bairro Goiabeiras, em Vitória, ficou assustado ao encontrar ossadas em um terreno particular usado como lixão, na manhã deste domingo (14). A Polícia Militar e Civil estiveram no local, recolheram o material e levaram para o Departamento Médico Legal (DML), na capital do Espírito Santo, para análise.
Alguns policiais disseram que, provavelmente, os crânios encontrados pertenciam a uma faculdade de medicina porque estavam marcados. No lixão, também havia roupas brancas usadas em hospitais.
O presidente da Associação de Moradores de Goiabeiras, Denner Januário, afirmou que lixo é despejado com frequência no local. “Desta vez foram crânios, mas já vimos ossadas humanas completas nesse terreno. Já encontramos injeções usadas, roupas brancas e animais mortos. Essa área é particular e mesmo assim as pessoas insistem em despejar qualquer tipo de entulho, de dia ou à noite. A prefeitura deveria fiscalizar essa situação”, disse Januário.



Publicidade


Outras Notícias


Cachoeiro se prepara para receber mais uma edição da Stone Fair

Bienal Rubem Braga terá encontro nacional de literatura fantástica

Dia D de vacinação contra gripe em Cachoeiro é no sábado (12)

Inscrições no Enem já começaram

Inscrições para o Enem passam de 200 mil em uma hora e meia

São Pedro de Tarantásia, foi um homem pacificador

Diocese de Cachoeiro adota medidas para evitar contágio de gripes

Santa Casa lança campanha para incentivar mulheres a doar sangue

Estudantes são assaltadas na porta de faculdade em Cachoeiro

Homem é morto durante tentativa de assalto em Cachoeiro

Nasceu; e agora? Psicólogos explicam como lidar com a depressão pós-parto

Atenção, motoristas! IPVA de veículos com finais de placas de 6 a 0 começa a vencer

Prorrogado para 10 de maio prazo para renovar contratos do Fies

Campanha de vacinação em todo o país vai até 01 de junho

Conta de luz: Em maio bandeira tarifária mais cara

D1 Notícias ©2010-2011. Todos direitos reservados.