Cachoeiro de Itapemirim ganha aeroporto regional

Aeroporto

No segundo semestre deste ano, a Secretaria de Estado dos Transportes e Obras Públicas (Setop) conclui os estudos de viabilidade técnica e o projeto executivo das obras que vão possibilitar a implantação do aeroporto regional, na cidade, com capacidade para atender a 500 mil passageiros, por ano.

O município de Cachoeiro de Itapemirim está prestes a ganhar um aeroporto regional para atender toda a Região Central Sul do Espírito Santo. No segundo semestre deste ano, a Secretaria de Estado dos Transportes e Obras Públicas (Setop) conclui os estudos de viabilidade técnica e o projeto executivo das obras que vão possibilitar a implantação do aeroporto regional, na cidade, com capacidade para atender a 500 mil passageiros, por ano.
“O Aeroporto Regional de Cachoeiro de Itapemirim é um dos quatro novos aeroportos regionais que o nosso Estado vai ganhar. O Governo do Espírito Santo vai receber aproximadamente R$ 200 milhões da União para implantar esses aeródromos, nos próximos anos. E quem sai ganhando é a população capixaba, que terá mais infraestrutura aeroviária, além de mais conforto e opção nos serviços”, afirma o secretário de Estado dos Transportes e Obras Públicas, Fábio Ney Damasceno.

A princípio, está sendo desenvolvido o estudo de viabilidade econômica do aeroporto regional de Cachoeiro de Itapemirim, junto com o projeto executivo da obra. Assim que essas etapas forem concluídas, o Estado poderá iniciar o processo de licitação da obra, após aprovação do projeto por parte do Governo Federal.

“Tudo será feito em parceria, respeitando o que está definido no ‘Programa de Investimentos em Logística: Aeroportos’, apresentado pela presidente Dilma Rousseff em dezembro do ano passado. Desse programa virão R$ 176,6 milhões para serem investidos nas obras e nos equipamentos dos aeroportos regionais de Cachoeiro de Itapemirim, Linhares, Colatina e São Mateus”, explica o secretário Damasceno.

O financiamento do “Programa de Investimentos em Logística: Aeroportos” será feito pelo Banco do Brasil, que ficará responsável pela gestão dos projetos e dos investimentos nos aeroportos regionais. O objetivo principal é incentivar a aviação regional, tanto que o Governo Federal também concederá isenção de tarifas aeroportuárias para terminais do interior com movimentação inferior a 1 milhão de passageiros por ano e subsídios para rotas entre cidades pequenas e médias.

Infraestrutura

Em dezembro de 2012, a Secretaria de Estado dos Transportes e Obras Públicas (Setop) contratou a empresa que está fazendo o plano de zona de proteção dos aeroportos, um mapa que identifica e delimita o espaço aéreo do entorno dos aeroportos do Espírito Santo, para um trânsito mais seguro das aeronaves. No mesmo mês o Estado contratou a empresa que já está desenvolvendo os estudos de viabilidade técnica e os projetos executivos dos quatro aeroportos regionais, no valor de R$ 5 milhões.

Ao todo, dez aeroportos do Espírito Santo serão contemplados dentro desse contrato. Além das mudanças previstas para os quatro regionais, serão feitos os estudos de viabilidade técnica e projetos executivos para outros três aeroportos, todos locais: Baixo Guandú, Guarapari e Região Serrana (a cidade será escolhida de acordo com o estudo de viabilidade); e mais três estudos de viabilidade dos aeroportos privados de Vila Velha, Nova Venécia e Aracruz.

A elaboração dos estudos e dos projetos de engenharia aeroviária contemplam serviços de terraplanagem, sinalização diurna e noturna, terminal de passageiros, seção contra incêndio e obras complementares. Os dez aeroportos beneficiados fazem parte do Programa Aeroportuário do Espírito Santo (Pares), que prevê uma série de ações e investimentos nesse setor, para os próximos anos, com o objetivo principal de promover o desenvolvimento logístico das regiões do Estado.

Orçamento 2014

Quer que a sua região continue recebendo os benefícios do Governo do Espírito Santo? Participe das audiências públicas para o Orçamento 2014.

A audiência pública é uma das formas de participação e de controle popular da administração estadual, com a finalidade de informar, discutir, tirar dúvidas e ouvir opiniões e demandas da população.

O Governo do Espírito Santo, por meio da Secretaria de Economia e Planejamento (SEP), deu início às audiências públicas no dia 3 de abril para o Orçamento de 2014.

O Governo realizará as audiências públicas até o dia 14 de maio. Nelas, o governador Renato Casagrande apresentará a prestação de contas das ações do Governo em 2012, o que está sendo feito em 2013 e ouvirá sugestões para 2014.

Com o resultado das audiências públicas será elaborada a Lei Orçamentária Anual (LOA), que é um instrumento de planejamento de curto prazo, compatível com Plano Plurianual (PPA), utilizado pela administração pública para demonstrar todos os recursos que serão arrecadados (receita), assim como todos os valores a serem gastos (despesas) num determinado exercício financeiro.

As audiências serão realizadas ainda nos municípios de Aracruz, Venda Nova do Imigrante, Santa Maria de Jetibá, Marataízes e Vitória, e envolverão todos os 78 municípios capixabas.

Interatividade

Além das audiências presenciais, o Governo do Estado lançou o site www.orcamento2014.es.gov.br para permitir que a população sugira propostas para melhorias da sua região. Os interessados podem enviar novas sugestões ou opinar sobre alguma que já tenha sido postada no site.

Para obterem informações atualizadas sobre o andamento das audiências públicas, os internautas encontram também as redes sociais do Orçamento 2014, o twitter (www.twitter.com/@OrcamentoES) e o Facebook (www.facebook.com.br/OrcamentoES).



Publicidade


Outras Notícias


Novas suspeitas de obras superfaturadas em Presidente Kennedy

Santos Rodrigo e Salomão - Sacerdotes mártires

Veículo com marcas de tiros é encontrado abandonado em bairro de Cachoeiro

Soldados do Exército chegam à Cachoeiro e já atuam em pontos estratégicos

Sesa atualiza dados de febre amarela

ProUni: estudantes capixabas ganham mais prazo para apresentar documentos

Fespes vai denunciar Estado Brasileiro a entidades internacionais de direitos humanos pelo caos no ES

Procurador-geral da República vem ao Estado para dar aval à 'reforma da PM'

Governo abre processo contra 703 militares envolvidos em ‘revolta armada’

Famílias de militares seguem irredutíveis na porta dos batalhões

Nossa Senhora de Lourdes

São Miguel Febres - Padroeiro dos pedagogos

Atenção! Excesso de peso na mochila pode prejudicar saúde das crianças

Peritos aceleram liberação de cadáveres para receber mais corpos no DML

ARENA VERÃO 2017 COMEÇA NESTE FINAL DE SEMANA EM MARATAÍZES

D1 Notícias ©2010-2011. Todos direitos reservados.