Após confessar crime e ser liberado, suspeito de triplo homicídio é preso

Assassino 2

Com o mandado de prisão em mãos, a polícia conseguiu prender, nesta quarta-feira (29), o suspeito de ter matado três homens durante uma festa na Serra, Grande Vitória. A polícia detectou que ele se preparava para fugir para a Bahia. O suspeito tinha se apresentado à polícia na terça-feira (29), mas teve que ser liberado porque já estava fora do flagrante e não havia mandado de prisão em aberto contra ele. Nesta quarta, o documento foi expedido e o suspeito foi preso e encaminhado para o Centro de Triagem de Viana.
As três vítimas foram mortas na madrugada de domingo (26), durante uma festa que acontecia na frente de uma casa na rua Itaguaçu, em Vista da Serra I, na Serra, Grande Vitória. Segundo testemunhas, o assassino chegou de moto, atirando várias vezes. Um homem, de 31 anos, morreu na hora, com vários tiros. Outros dois homens chegaram a ser socorridos, mas não resistiram aos ferimentos.
Segundo o titular da Delegacia de Crimes Contra a Vida do município, delegado Marcos Vinicius de Souza, o jovem de 23 anos confessou o crime espontaneamente, no dia anterior, mas foi liberado por não haver mais flagrante, nem mandado de prisão em aberto. Além disso, o rapaz é réu primário e tem emprego e residência fixos. Na ocasião, o delegado atribuiu a liberação do suspeito a “uma falha na legislação penal”. Em depoimento, o suspeito alegou que atirou em dois homens, pois havia sido ameaçado, e que a terceira vítima foi atingida por uma bala perdida.
Nesta quarta-feira, a polícia foi até São Mateus, no Norte do estado, para buscá-lo. A polícia acredita que João Paulo tinha a intenção de fugir para a Bahia, onde tem parentes. “Ele alega que fugiu por medo de ser morto, mas ele não poderia tomar essa decisão sem antes comunicar a Justiça”, informou o delegado. Ele tinha dito à polícia que iria para a casa de parentes porque estava com medo de ser linchado por familiares das vítimas ou pela população.
Chegando na residência, em São Mateus, os policiais não informaram imediatamente que o suspeito seria preso. O chamaram para ir até a Delegacia de Crimes Contra a Vida da Serra. Lá, o delegado Marcos Vinicius de Souza deu voz de prisão ao suspeito e ele foi imediatamente encaminhado para o Centro de Triagem de Viana.



Publicidade


Outras Notícias


Novas suspeitas de obras superfaturadas em Presidente Kennedy

Santos Rodrigo e Salomão - Sacerdotes mártires

Veículo com marcas de tiros é encontrado abandonado em bairro de Cachoeiro

Soldados do Exército chegam à Cachoeiro e já atuam em pontos estratégicos

Sesa atualiza dados de febre amarela

ProUni: estudantes capixabas ganham mais prazo para apresentar documentos

Fespes vai denunciar Estado Brasileiro a entidades internacionais de direitos humanos pelo caos no ES

Procurador-geral da República vem ao Estado para dar aval à 'reforma da PM'

Governo abre processo contra 703 militares envolvidos em ‘revolta armada’

Famílias de militares seguem irredutíveis na porta dos batalhões

Nossa Senhora de Lourdes

São Miguel Febres - Padroeiro dos pedagogos

Atenção! Excesso de peso na mochila pode prejudicar saúde das crianças

Peritos aceleram liberação de cadáveres para receber mais corpos no DML

ARENA VERÃO 2017 COMEÇA NESTE FINAL DE SEMANA EM MARATAÍZES

D1 Notícias ©2010-2011. Todos direitos reservados.