Estado terá 4 polos de tecnologia

Polos

A partir deste ano, com a concretização do Parque Tecnológico Metropolitano de Vitória, que será um polo de empresas de tecnologia, e a proposta de criação de mais três dessas áreas, o Espírito Santo poderá ter quatro polos voltados para tecnologia e comunicação; petróleo e gás; química fina e biotecnologia; e tecnologia da informação e comunicação.

A confirmação da criação dos complexos foi feita pelo governador Renato Casagrande na abertura oficial da XIII Conferência Anpei de Inovação Tecnológica, que começou ontem e vai até amanhã no Centro de Convenções de Vitória, em Santa Lúcia.

Casagrande explicou que, além do Parque Tecnológico de Vitória, que sairá do papel e será concretizado depois de 22 anos , o governo estadual já prepara áreas para incentivar a criação de um Polo de Química Fina e Biotecnologia, em Vila Velha, em área da Superintendência dos Projetos de Polarização Industrial (Suppin), em Guaranhuns.

Outro polo, este voltado para empresas de petróleo e gás, será instalado em terreno ao lado da unidade do Instituto Federal do Espírito Santo (Ifes) na Serra. “Mas, estamos estimulando a implantação de um novo polo na Serra, na região do condomínio Alphaville, voltado para empresas de tecnologia da informação e comunicação”, ressaltou Casagrande.

O governo estadual vem investindo em inovação por meio do Programa de Desenvolvimento Sustentável do Espírito Santo (Proedes) e da Lei e do Fundo de Inovação. O fundo está disponibilizando R$ 30 milhões para apoiar empresas capixabas que querem desenvolver projetos de inovação, inclusive em gestão.

Micro e pequenas

Ontem pela manhã, antes da abertura oficial do evento da Anpei, entidades e órgãos ligados às micro e pequenas empresas, além de representantes dos empresários, se reuniram para discutir as possibilidades de inovação também neste segmento.

O Estado está destinando R$ 4,5 milhões que, junto aos R$ 9 milhões do governo federal, serão destinados, sem reembolso, para micro e pequenas empresas de tecnologia e comunicação; petróleo e gás; energias alternativas; agroindústria; metalmecânica, logística e meio ambiente.

Empresas vão ganhar R$ 33 bi em recursos

Com R$ 32,9 bilhões para serem investidos em inovação e tecnologia até o final de 2014, o setor privado precisa correr e se preparar para apresentar projetos ao governo federal para ter acesso a estes recursos. “Passamos da hora de discutir, a hora é de fazer inovação”, afirmou o ministro de Ciência, Tecnologia e Inovação Marco Antônio Raupp durante a abertura da XIII Conferência da Anpei.

Uma das contribuições do governo federal é a criação da Empresa Brasileira de Pesquisa e Inovação Industrial (Embrapii) e de fundos de inovação que destinarão recursos para os setores de tecnologia, energia renovável, agropecuária, aeroespacial, saúde e biotecnologia.

As agências federais se preparam para responder, num prazo de 30 dias, qualquer consulta inicial sobre os projetos que forem apresentados pelas empresas. “Em 90 dias queremos que os técnicos façam a análise completa de cada projeto. Só assim conseguiremos liberar os recursos até o final de 2014”, explicou Raupp.

Para agilizar o acesso ao dinheiro, o governo está fazendo parcerias com agências estaduais e bancos de desenvolvimento, como é o caso do Bandes. “A Embrapii vai procurar projetos inovadores nos polos, em todo o país, para estimular as empresas privadas a buscarem os recursos”, explicou o ministro que veio a Vitória especialmente para participar da abertura do evento da Associação Nacional de Pesquisa e Desenvolvimento das Empresas Inovadoras (Anpei).

Para o presidente da entidade que promove o encontro, Carlos Eduardo Calmanovici, os últimos anúncios do governo sobre liberação de recursos o representa muito para as empresas. “Mas não abrimos mão de gerenciar, junto com o governo, o plano”.
Fonte: A GAZETA



Publicidade


Outras Notícias


Novas suspeitas de obras superfaturadas em Presidente Kennedy

Santos Rodrigo e Salomão - Sacerdotes mártires

Veículo com marcas de tiros é encontrado abandonado em bairro de Cachoeiro

Soldados do Exército chegam à Cachoeiro e já atuam em pontos estratégicos

Sesa atualiza dados de febre amarela

ProUni: estudantes capixabas ganham mais prazo para apresentar documentos

Fespes vai denunciar Estado Brasileiro a entidades internacionais de direitos humanos pelo caos no ES

Procurador-geral da República vem ao Estado para dar aval à 'reforma da PM'

Governo abre processo contra 703 militares envolvidos em ‘revolta armada’

Famílias de militares seguem irredutíveis na porta dos batalhões

Nossa Senhora de Lourdes

São Miguel Febres - Padroeiro dos pedagogos

Atenção! Excesso de peso na mochila pode prejudicar saúde das crianças

Peritos aceleram liberação de cadáveres para receber mais corpos no DML

ARENA VERÃO 2017 COMEÇA NESTE FINAL DE SEMANA EM MARATAÍZES

D1 Notícias ©2010-2011. Todos direitos reservados.