Alunos do ES se destacam em olimpíada de matemática

Sedu

Estudantes do Espírito Santo ganharam medalhas de ouro, prata e bronze nas provas da Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas. Segundo o governo do estado, Victor Barbosa, de 13 anos, aluno da Escola Estadual Henrique Coutinho, no Bairro Independência, em Iúna, alcançou o primeiro lugar. Primeira fase aconteceu em junho, em todo o Brasil, para mais de 18 milhões de alunos.
Para o vencedor, dedicação aos estudos e o apoio da família foram ações primordiais que contribuíram para realização do sonho de vencer a oitava edição. “Ao contrário dos outros alunos, eu me senti totalmente à vontade para solucionar as questões. A afinidade pela disciplina também facilitou muito o meu bom desempenho nas provas”, salientou o adolescente.

Esta foi terceira vez que Victor encarou a maratona de provas da olimpíada. Em sua primeira participação, em 2010, ele não chegou a ser classificar para a segunda fase e nem recebeu menção honrosa. No ano seguinte, evoluiu e foi classificado e conquistou a menção honrosa.

O diretor Mário Gomes de Souza revela que Victor é visto como uma referência em sua escola. “Os professores de nossa unidade de ensino participam do Multicurso Matemática, oferecido pela Secretaria de Estado da Educação (Sedu). Além disso, realizamos olimpíadas internas, semelhantes às competições externas para incentivar os estudantes”, frisou.
Já o estudante Rodrigo Gilles Guidi, de 13 anos, da Escola Victorio Bravim, localizada em Marechal Floriano, ganhou a medalha de prata. Rodrigo investiu a maior parte do seu tempo nos estudos, e usou diversas metodologias para facilitar a assimilação dos conteúdos. “A prova estava com um nível regular, porém exigiu muita atenção dos concorrentes. Este ano quero fazer melhor e acredito que vou ganhar a medalha de ouro novamente, assim como em 2011”, disse o jovem.

Rodrigo recebeu a condecoração dourada em 2012, entregue pela presidente Dilma Rousseff dia 27 de agosto, no Theatro Municipal do Rio de Janeiro. De acordo com o professor de matemática, Luiz Carlos Alves da Silva, este ano a escola trabalha maneiras inovadoras de preparar e incentivar os alunos a participar das olimpíadas. “Ex-alunos que foram medalhistas e estudantes dos terceiros anos com boas habilidades na disciplina realizam estudos de grupo com os participantes, com base nos materiais fornecidos pela organização e provas de edições anteriores”, frisou.

Também medalhista de prata, Henrique Almeida de Oliveira, de 15 anos, ex-aluno da Escola Estadual Padre Antônio Volkers, em Marilândia, ficou muito feliz ao receber a notícia. “Estudei bastante para alcançar um resultado e isso me deixou muito gratificado, pois tive a certeza de que todo o esforço valeu a pena. Gosto de participar desse tipo de competição, pois me ajuda a aprimorar ainda mais os conhecimentos que envolvem a matemática, inclusive os mais complexos”, salientou.

Atualmente o rapaz cursa o ensino médio no Instituto Federal do Espirito Santo (Ifes) e, futuramente, pretende segui a carreira profissional de arquiteto ou engenheiro. “Ambas as profissões exigem conhecimentos gerais e específicos dos trabalhadores. Diante da situação, preciso me dedicar cada vez mais para alcançar o meu objetivo”, argumentou Henrique Almeida.
Com total apoio da família e professores da unidade de ensino, Christine Soares Spala, de 13 anos, inserida na Escola Estadual Antônio Carneiro Ribeiro, situada no município de Guaçuí, faturou a medalha de bronze. Christine revela que a mãe também estudou junto com ela os conceitos exigidos pela Olimpíada. “Minha mãe se deslocava até a escola para tentar aprender rapidamente alguma coisa com o meu professor, que fornecia dicas de soluções para os exercícios e indicações de conteúdos diferenciados para estudo”, lembrou.

Considerada muito dedicada à disciplina, o professor de Matemática, Roberto Vargas de Oliveira, afirma que a estudante tem grandes possibilidades de vencer mais uma vez a competição, pois foi classificada para a segunda fase da competição deste ano.“Christine gosta de exatas e mostra muito interesse nos momentos de estudos. Saber que os alunos da rede têm esse potencial elevado na disciplina me deixa muito confiante com relação ao trabalho prestado na unidade”, enfatizou.

Além dos premiados citados, o estudante Leonardo Muller Marroque, da Escola Estadual Arnulpho Mattos, localizada em Vitória, também ganhou a medalha de bronze.

Olimpíada Brasileira de Matemática 2013
As provas da primeira fase das Olimpíadas Brasileiras de Matemática das Escolas Públicas 2013 foram aplicadas no dia 4 de junho, em todo o Brasil, para mais de 18 milhões de alunos.

A segunda fase será realizada no dia 14 de novembro, em locais ainda a serem definidos pela comissão organizadora. O resultado final será divulgado a partir de 29 de novembro pelo endereço eletrônico www.obmep.org.br.

Participam da olimpíada estudantes de 6º e 7º anos do ensino fundamental no nível 1, alunos de 8º e 9º anos do ensino fundamental no nível 2, seguido pelos estudantes do ensino médio, que disputam no nível três.

Mais imagems

Sedu2


Publicidade


Outras Notícias


Cachoeiro se prepara para receber mais uma edição da Stone Fair

Bienal Rubem Braga terá encontro nacional de literatura fantástica

Dia D de vacinação contra gripe em Cachoeiro é no sábado (12)

Inscrições no Enem já começaram

Inscrições para o Enem passam de 200 mil em uma hora e meia

São Pedro de Tarantásia, foi um homem pacificador

Diocese de Cachoeiro adota medidas para evitar contágio de gripes

Santa Casa lança campanha para incentivar mulheres a doar sangue

Estudantes são assaltadas na porta de faculdade em Cachoeiro

Homem é morto durante tentativa de assalto em Cachoeiro

Nasceu; e agora? Psicólogos explicam como lidar com a depressão pós-parto

Atenção, motoristas! IPVA de veículos com finais de placas de 6 a 0 começa a vencer

Prorrogado para 10 de maio prazo para renovar contratos do Fies

Campanha de vacinação em todo o país vai até 01 de junho

Conta de luz: Em maio bandeira tarifária mais cara

D1 Notícias ©2010-2011. Todos direitos reservados.