Casagrande critica 'infiltrados' em manifestação pacífica no ES

Casagrande

O governador Renato Casagrande comentou, nesta terça-feira (18), a ação da Polícia Militar durante a manifestação que levou milhares de pessoas às ruas de Vitória e Vila Velha. O governador disse que a polícia reagiu ao ataque de ‘alguns poucos manifestantes infiltrados numa manifestação pacífica’. Segundo Casagrande, em caso de uma nova manifestação, a Polícia Militar deve agir da mesma forma que agiu nesta terça-feira.
Mais de 5 mil manifestantes saíram em passeata da Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes), em Goiabeiras, Vitória, por volta das 18h20. A multidão seguiu em direção à Terceira Ponte, e de lá foram para Vila Velha. O grupo se concentrou em frente à residência oficial do governador, onde houve confronto com a Polícia Militar. No início da madrugada, cálculos da polícia davam conta de que o ato reuniu mais de 20 mil pessoas. O número foi confirmado pelo secretário de Segurança, por telefone, nesta terça-feira. Mas, no final da tarde, a assessoria da Sesp deu uma nova estimativa, que pode variar entre 5 a 7 mil manifestantes.
O governador criticou a ação de poucos manifestantes. “É um protesto nacional, com demanda, em grande parte, do Brasil. Luta por combate à corrupção, pela transparência, são diversas bandeiras que nós temos total concordância com elas. A polícia acompanhou e só reagiu quando houve agressão à polícia pro parte de alguns poucos manifestantes infiltrados numa manifestação pacífica”, disse Casagrande.
De acordo com o governador, a polícia deve agir em caso de excessos. “A orientação da polícia, o protocolo a ser seguido é o mesmo, dar segurança a quem quer participar de forma pacífica, organizando o trânsito. Se houver excesso, a polícia vai agir para proteger a sociedade. O nosso limite vai até quando estamos atingindo o direito dos outros”, apontou.



Publicidade


Outras Notícias


Novas suspeitas de obras superfaturadas em Presidente Kennedy

Santos Rodrigo e Salomão - Sacerdotes mártires

Veículo com marcas de tiros é encontrado abandonado em bairro de Cachoeiro

Soldados do Exército chegam à Cachoeiro e já atuam em pontos estratégicos

Sesa atualiza dados de febre amarela

ProUni: estudantes capixabas ganham mais prazo para apresentar documentos

Fespes vai denunciar Estado Brasileiro a entidades internacionais de direitos humanos pelo caos no ES

Procurador-geral da República vem ao Estado para dar aval à 'reforma da PM'

Governo abre processo contra 703 militares envolvidos em ‘revolta armada’

Famílias de militares seguem irredutíveis na porta dos batalhões

Nossa Senhora de Lourdes

São Miguel Febres - Padroeiro dos pedagogos

Atenção! Excesso de peso na mochila pode prejudicar saúde das crianças

Peritos aceleram liberação de cadáveres para receber mais corpos no DML

ARENA VERÃO 2017 COMEÇA NESTE FINAL DE SEMANA EM MARATAÍZES

D1 Notícias ©2010-2011. Todos direitos reservados.