Manifestantes invadem Desfile Cívico e evento é cancelado

Desfile

O tradicional Desfile Cívico da Festa de Cachoeiro foi cancelado na tarde deste sábado (29) após manifestantes invadirem a avenida da Praça Jerônimo Monteiro onde estava ocorrendo o evento.

A suspensão irritou professores e mães dos alunos que ensaiaram para desfilar.
Cerca de 6 mil pessoas estavam na praça acompanhando o desfile. No momento em que os manifestantes chegaram, sete grupos já haviam se apresentado.
Logo após desfile dos alunos da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae), o grupo com 500 manifestantes desfilou com faixas e cartazes nas mãos.
Ao chegarem ao palanque das autoridades, onde estavam o prefeito Carlos Casteglione e os cachoeirenses ausentes e presentes, eles começaram a gritar e a pedir uma resposta a respeito da lista de reivindicações à prefeitura.

O prefeito mal conseguiu falar e foi interrompido pelas vaias dos manifestantes. O grupo sentou-se no chão e impediu que outras bandas continuassem o desfile. O clima ficou tenso e o chefe do Executivo decidiu cancelar o restante do evento.
Com a suspensão, quatro escolas e grupos de música tradicionais como a Fanfajota e a banda marcial “Wilson Resende” do Liceu Muniz Freire, que anualmente encerra o evento, não conseguiram desfilar.

O secretário de Comunicação do município, Sérgio Mariano, ressaltou que o prefeito decidiu suspender o restante do evento para evitar qualquer risco à população, principalmente o público infantil.

Para a estudante Kamilla de Almeida Ferreira, 17, houve descaso por parte do prefeito. “Ele nem foi ao encontro que tivemos na prefeitura. Além disso, as respostas que os secretários nos deram não foram satisfatórias”, disse.

O secretário de Comunicação rebateu as informações. Disse que o prefeito designou seis secretários para atender aos líderes da manifestação e definiu uma agenda de reuniões para essa semana.

Um dos manifestantes que tentou impedir o desfile acabou agredindo o pai de uma das alunas que desfilava. A confusão começou quando ele tentou proteger a filha. A Polícia Militar teve que intervir.

Mais imagems

Desfile 2
Desfile 3


Publicidade


Outras Notícias


Novas suspeitas de obras superfaturadas em Presidente Kennedy

Santos Rodrigo e Salomão - Sacerdotes mártires

Veículo com marcas de tiros é encontrado abandonado em bairro de Cachoeiro

Soldados do Exército chegam à Cachoeiro e já atuam em pontos estratégicos

Sesa atualiza dados de febre amarela

ProUni: estudantes capixabas ganham mais prazo para apresentar documentos

Fespes vai denunciar Estado Brasileiro a entidades internacionais de direitos humanos pelo caos no ES

Procurador-geral da República vem ao Estado para dar aval à 'reforma da PM'

Governo abre processo contra 703 militares envolvidos em ‘revolta armada’

Famílias de militares seguem irredutíveis na porta dos batalhões

Nossa Senhora de Lourdes

São Miguel Febres - Padroeiro dos pedagogos

Atenção! Excesso de peso na mochila pode prejudicar saúde das crianças

Peritos aceleram liberação de cadáveres para receber mais corpos no DML

ARENA VERÃO 2017 COMEÇA NESTE FINAL DE SEMANA EM MARATAÍZES

D1 Notícias ©2010-2011. Todos direitos reservados.