Cachoeiro oferece tratamento gratuito para portadores de hepatite

Coletasangue

Na semana em que se comemora o Dia Mundial de Luta Contra as Hepatites Virais – no próximo domingo (28) – a prefeitura de Cachoeiro de Itapemirim chama a atenção para a importância da procura pelo exame para detecção da doença, quando há exposição a situações de risco.

Exames, acompanhamento médico e tratamento para os portadores de hepatites B e C (doenças virais) são disponibilizados gratuitamente no Centro de Infectologia Abel Sant‘Anna (Crias), mantido pela prefeitura.

“O teste para confirmação da presença do vírus da hepatite no organismo é rápido e gratuito”, comenta o coordenador do Crias, Victor Barbieri.

As hepatites B e C são contraídas por meio do contato sexual ou por compartilhamento de materiais pérfuro-cortantes como barbeador, alicate de unhas e agulhas. “Por conta desses fatores, qualquer pessoa pode ter hepatite, desde um cliente de salão de beleza que utiliza alicate de uso comum e não esterilizado adequadamente até profissionais da saúde que também estão expostos ao perigo do contato com sangue contaminado”, destaca Victor.

E se você de alguma maneira se expôs ao risco de contrair hepatite e quer fazer o exame para diagnóstico da doença, basta comparecer ao Crias. Lá é realizada coleta de sangue para o exame de segunda a sexta-feira, das 7h às 11h.

O paciente precisa ter no mínimo 12 anos de idade e levar o cartão do Sistema Único de Saúde (SUS). Não é necessária a requisição médica, mas é preciso evitar o consumo de alimentos gordurosos por pelo menos três horas antes da coleta de sangue.

“A cura da doença depende do estágio em que ela se encontra quando feito o diagnóstico e iniciado o tratamento. Quanto mais cedo, maiores as chances de cura”, alerta Victor. Sintomas são incomuns em portadores de hepatite B ou C. Entretanto, podem aparecer febre, além de pele e olhos amarelados.

Depois de detectada a doença por meio da avaliação da amostra sanguínea, o paciente é atendido pelo médico que atua no Centro de Referência em Infectologia. Esse profissional solicita exames complementares para verificar qual o estágio da doença. A partir de então, é iniciado o tratamento. O acompanhamento médico é feito todo no Crias.

Centro de Referência em Infectologia Abel Sant‘Anna
Rua Raulino de Oliveira, 52, Centro
Próximo à Santa Casa de Misericórdia
Funcionamento: de segunda a sexta-feira, das 7h às 16h
Coleta de material para exames que detectam hepatite: de segunda a sexta-feira, das 7h às 11h



Publicidade


Outras Notícias


Novas suspeitas de obras superfaturadas em Presidente Kennedy

Santos Rodrigo e Salomão - Sacerdotes mártires

Veículo com marcas de tiros é encontrado abandonado em bairro de Cachoeiro

Soldados do Exército chegam à Cachoeiro e já atuam em pontos estratégicos

Sesa atualiza dados de febre amarela

ProUni: estudantes capixabas ganham mais prazo para apresentar documentos

Fespes vai denunciar Estado Brasileiro a entidades internacionais de direitos humanos pelo caos no ES

Procurador-geral da República vem ao Estado para dar aval à 'reforma da PM'

Governo abre processo contra 703 militares envolvidos em ‘revolta armada’

Famílias de militares seguem irredutíveis na porta dos batalhões

Nossa Senhora de Lourdes

São Miguel Febres - Padroeiro dos pedagogos

Atenção! Excesso de peso na mochila pode prejudicar saúde das crianças

Peritos aceleram liberação de cadáveres para receber mais corpos no DML

ARENA VERÃO 2017 COMEÇA NESTE FINAL DE SEMANA EM MARATAÍZES

D1 Notícias ©2010-2011. Todos direitos reservados.