Cachoeiro oferece tratamento gratuito para portadores de hepatite

Coletasangue

Na semana em que se comemora o Dia Mundial de Luta Contra as Hepatites Virais – no próximo domingo (28) – a prefeitura de Cachoeiro de Itapemirim chama a atenção para a importância da procura pelo exame para detecção da doença, quando há exposição a situações de risco.

Exames, acompanhamento médico e tratamento para os portadores de hepatites B e C (doenças virais) são disponibilizados gratuitamente no Centro de Infectologia Abel Sant‘Anna (Crias), mantido pela prefeitura.

“O teste para confirmação da presença do vírus da hepatite no organismo é rápido e gratuito”, comenta o coordenador do Crias, Victor Barbieri.

As hepatites B e C são contraídas por meio do contato sexual ou por compartilhamento de materiais pérfuro-cortantes como barbeador, alicate de unhas e agulhas. “Por conta desses fatores, qualquer pessoa pode ter hepatite, desde um cliente de salão de beleza que utiliza alicate de uso comum e não esterilizado adequadamente até profissionais da saúde que também estão expostos ao perigo do contato com sangue contaminado”, destaca Victor.

E se você de alguma maneira se expôs ao risco de contrair hepatite e quer fazer o exame para diagnóstico da doença, basta comparecer ao Crias. Lá é realizada coleta de sangue para o exame de segunda a sexta-feira, das 7h às 11h.

O paciente precisa ter no mínimo 12 anos de idade e levar o cartão do Sistema Único de Saúde (SUS). Não é necessária a requisição médica, mas é preciso evitar o consumo de alimentos gordurosos por pelo menos três horas antes da coleta de sangue.

“A cura da doença depende do estágio em que ela se encontra quando feito o diagnóstico e iniciado o tratamento. Quanto mais cedo, maiores as chances de cura”, alerta Victor. Sintomas são incomuns em portadores de hepatite B ou C. Entretanto, podem aparecer febre, além de pele e olhos amarelados.

Depois de detectada a doença por meio da avaliação da amostra sanguínea, o paciente é atendido pelo médico que atua no Centro de Referência em Infectologia. Esse profissional solicita exames complementares para verificar qual o estágio da doença. A partir de então, é iniciado o tratamento. O acompanhamento médico é feito todo no Crias.

Centro de Referência em Infectologia Abel Sant‘Anna
Rua Raulino de Oliveira, 52, Centro
Próximo à Santa Casa de Misericórdia
Funcionamento: de segunda a sexta-feira, das 7h às 16h
Coleta de material para exames que detectam hepatite: de segunda a sexta-feira, das 7h às 11h



Publicidade


Outras Notícias


Espírito Santo enfrenta desafio de vencer transmissão vertical do HIV, da hepatite B e da sífilis

Leptospirose é doença grave e transmitida por água contaminada de enchentes

Publicado decreto que autoriza uso do FGTS para compra de próteses

Saiba mais sobre as vacinas contra a gripe disponíveis no Brasil

Santo Apolônio, seu amor a Deus foi concreto

Inscrições para Cachoeirense Ausente de 2018 abrem nesta sexta (23)

Desfile e mostra cultural festejam emancipação de Cachoeiro

“A defesa da água é a defesa da vida”, afirma Papa

São Zacarias, Papa

Mais de cinco mil assinaturas reivindicam asfalto em comunidades de Alegre

São Nicolau de Flue, eremita

Prefeitura de Cachoeiro tenta disciplinar trânsito em cruzamento

Pai é preso suspeito de estuprar a filha de 11 anos em Marataízes

PM encontra pé de maconha dentro de casa em Cachoeiro

Torta Capixaba Orgulho da Nossa Gastronomia

D1 Notícias ©2010-2011. Todos direitos reservados.