Assaltante é morto por policial de folga no Sul do Estado

Morte

Um assaltante morreu durante troca de tiros com um policial de folga, em Itapemirim, no Litoral Sul do Estado. O crime foi por volta das 15 horas. Os suspeitos, que estavam em uma moto, abordaram o dono e o gerente de um posto de gasolina que seguiam para fazer um depósito no valor de R$ 25 mil. Na troca de tiros, o gerente foi baleado na mão.

Segundo o delegado Edson Lopes Júnior, um policial militar que estava à paisana notou que dois homens em uma moto estavam escondendo a placa do veículo. Ele entrou em contato com policiais de serviço e seguiu em sua moto os dois suspeitos. Nesse momento, ele presenciou o assalto.

Quando as vítimas chegaram próximo a Barra de Itapemirim, os assaltantes na moto aproveitaram a redução da velocidade do Fiat Uno, ao passar por um quebra-mola, para anunciar o assalto. “Ele apontou a arma para o meu gerente, que estava no carona, e disse para a gente parar, pois era um assalto”, contou o dono do posto, de 74 anos.

> Leia mais notícias de Minuto a Minuto

A reação da vítima foi acelerar o veículo para tentar escapar. Então, o assaltante que estava no carona da moto começou a atirar contra o carro. Uma das balas atingiu a mão do gerente do posto, de 42 anos. Ao notar os tiros, o policial que seguia atrás disparou contra o assaltante. Um tiro atingiu a região do peito e o outro o rosto. Ferido, ele foi deixado pelo comparsa cerca de 200 metros do local do crime e morreu. O piloto da moto fugiu sem ser identificado.

O corpo ficou caído na Rua Antônio Rodrigues de Pontes. Como ninguém da região conhece o assaltante – que aparentava ter 25 anos – é provável que ele seja de outra cidade. “Vamos instaurar um inquérito para apurar informações sobre o outro suspeito que fugiu. A gente acredita que os dois sejam de Guarapari”, disse Edson, sem detalhar as suspeitas.

Dono havia sido informado sobre assalto

O dono do posto de gasolina conta que na semana passada foi informado por uma pessoa que seria vítima de um assalto. “Um rapaz de Campo Acima me disse que estavam planejando um assalto contra a gente. Mas deixo essas coisas na mão de Deus”, disse.

No malote, segundo o dono do posto, havia cerca de R$ 25 mil. “Com certeza sabiam que eu iria levar aquele dinheiro para ser depositado no banco. A partir de agora vou ter que contratar um segurança” afirma.
Fonte: G1



Publicidade


Outras Notícias


Cachoeiro se prepara para receber mais uma edição da Stone Fair

Bienal Rubem Braga terá encontro nacional de literatura fantástica

Dia D de vacinação contra gripe em Cachoeiro é no sábado (12)

Inscrições no Enem já começaram

Inscrições para o Enem passam de 200 mil em uma hora e meia

São Pedro de Tarantásia, foi um homem pacificador

Diocese de Cachoeiro adota medidas para evitar contágio de gripes

Santa Casa lança campanha para incentivar mulheres a doar sangue

Estudantes são assaltadas na porta de faculdade em Cachoeiro

Homem é morto durante tentativa de assalto em Cachoeiro

Nasceu; e agora? Psicólogos explicam como lidar com a depressão pós-parto

Atenção, motoristas! IPVA de veículos com finais de placas de 6 a 0 começa a vencer

Prorrogado para 10 de maio prazo para renovar contratos do Fies

Campanha de vacinação em todo o país vai até 01 de junho

Conta de luz: Em maio bandeira tarifária mais cara

D1 Notícias ©2010-2011. Todos direitos reservados.