Cesta básica do capixaba tem segunda queda seguida influenciada pelo tomate

Cesta_basica__3bedadeccc

Influenciado pelo preço do tomate, a cesta básica da classe média do capixaba registrou a segunda queda consecutiva no mês de julho. A redução foi de 3,07% em julho e além do tomate, a cebola branca, batata inglesa, mamão papaya e carne de frango também contribuiram para a redução do valor dos alimentos no Espírito Santo.

Apesar do índice negativo registrado na variação do valor da cesta básica em julho, a alta acumulada nos últimos doze meses está em 12%, significando quase o dobro do índice de inflação registrado pelo IPCA/IBGE no mesmo período (6,6%). No entanto, o acumulado nos primeiros nove meses de 2013 está em 2,75%.

Em julho de 2012 o capixaba da classe média comprava a cesta por R$ 1 mil em média e agora precisa desembolsar mais R$ 127,90 para adquirir os mesmos produtos daquela cesta de alimentos. Em junho, o índice de queda foi de 2,79%.

No mês de julho, apenas cinco produtos da cesta básica de alimentos da classe média capixaba tiveram alta de preços, 11 itens tiveram recuo e 14 produtos permaneceram com preços estáveis.

Maiores quedas de preços no mês foram o tomate de mesa (-20,2%), cebola branca comum (-20,4%), mamão papaya (-39,8%), carne de frango (-4,4%) e batata inglesa (-6,2%). No caso da carne de frango, a queda de preço da soja e do milho, principais componentes da ração vem gerando recuo no preço da ave.

Já as maiores altas foram do leite longa vida em caixa (5,2%), ervilha seca (20,2%), maracujá azedo (17,7%), farinha de trigo (3,2%) e refrigerante do tipo cola (2,1%).

Conforme estudo elaborado pelo Núcleo de Pesquisas da Empresa Júnior da Faculdade Doctum de Vitória, se o consumidor pesquisasse os menores preços em julho entre as redes de supermercados selecionadas para a pesquisa compraria uma cesta de alimentos por R$ 1 mil, assim, ele economizaria R$ 196,75 no mês, ou seja, 16,4% em relação ao preço médio apurado para a cesta de alimentos. Em 12 meses, a economia estimada ficaria em torno de R$ 2.361,00.

Com base nos custos dessa cesta de alimentos, a renda média estimada para uma família padrão da classe média na Grande Vitória, que estaria em torno de R$ 4.7 mil em julho, equivalente a 7 salários mínimos de vigência nacional.

A 78ª edição da pesquisa da cesta básica da classe média foi realizada em 30 lojas de redes de supermercados da Região Metropolitana da Grande Vitória sob a supervisão do Coordenador de Extensão da Rede de Ensino Doctum, Professor Paulo Cezar Ribeiro.



Publicidade


Outras Notícias


Novas suspeitas de obras superfaturadas em Presidente Kennedy

Santos Rodrigo e Salomão - Sacerdotes mártires

Veículo com marcas de tiros é encontrado abandonado em bairro de Cachoeiro

Soldados do Exército chegam à Cachoeiro e já atuam em pontos estratégicos

Sesa atualiza dados de febre amarela

ProUni: estudantes capixabas ganham mais prazo para apresentar documentos

Fespes vai denunciar Estado Brasileiro a entidades internacionais de direitos humanos pelo caos no ES

Procurador-geral da República vem ao Estado para dar aval à 'reforma da PM'

Governo abre processo contra 703 militares envolvidos em ‘revolta armada’

Famílias de militares seguem irredutíveis na porta dos batalhões

Nossa Senhora de Lourdes

São Miguel Febres - Padroeiro dos pedagogos

Atenção! Excesso de peso na mochila pode prejudicar saúde das crianças

Peritos aceleram liberação de cadáveres para receber mais corpos no DML

ARENA VERÃO 2017 COMEÇA NESTE FINAL DE SEMANA EM MARATAÍZES

D1 Notícias ©2010-2011. Todos direitos reservados.