Servidores pedem afastamento de prefeito

Afst

Depois de irem às ruas nas últimas semanas reivindicando aumento salarial para a categoria, agora os servidores municipais de Cachoeiro de Itapemirim, sul do Espírito Santo, pedem o afastamento do prefeito da cidade, Carlos Casteglione. Nesta terça-feira (13), os manifestantes foram até a Câmara de Vereadores e entregaram um documento com seis denúncias contra o prefeito. Entre elas, irregularidades em contratações e processos licitatórios, além de questões salariais. A assessoria do prefeito informou que, no início da noite, ele foi à Câmara Municipal para conversar com vereadores e representantes dos servidores.
Cerca de 2,5 mil servidores do município entraram em greve na semana passada. Com uma greve iniciada na última segunda-feira (5), em um ato que reuniu cerca de 400 pessoas, o movimento levou manifestantes até a prefeitura, onde lavaram a escadaria do prédio e entraram para conversar com o prefeito Carlos Casteglione. Além do aumento salarial esperado desde abril, o presidente do sindicato dos servidores municipais, Jonathan Willian, disse que os grevistas também reclamam questões como a do tíquete-alimentação, o pagamento de insalubridade e periculosidade e o retorno dos salários de técnicos administrativos
O autor do documento, o presidente do sindicato de servidores municipais de Cachoeiro, Jonathan William, pede a instauração de uma comissão para afastar o prefeito da cidade. “Esperamos que os vereadores que tem o dever de investigar e de fiscalizar o município, instaurem uma comissão processante para afastar o prefeito e caçá-lo ao final desse processo”, disse.
O presidente da Câmara de Vereadores , Júlio Ferrari, disse que a casa busca um diálogo com a Prefeitura para discutir as demandas dos servidores. Depois de receber o documento com as denúncias, explicou que o pedido de abertura será votado na semana que vem. “Na próxima terça-feira nos vamos colocar para ser lida no plenário da Câmara Municipal de Cachoeiro de Itapemirim. Posteriormente, vai precisar de treze votos favoráveis para abrir a comissão de ética ou não abrir”, explicou Ferrari.
O documento tem cerca de duzentas páginas que apresentam seis denúncias: contratação irregular de mais de três mil servidores sem concurso público, redução dos salários para os cargos técnicos na prefeitura, discriminação de salários entre servidores efetivos e dos professores efetivos e dos professores contratados que têm pós-graduação, aplicação irregular do fundo municipal de trânsito e irregularidades no processo licitatório de duas empresas.
Agora, parte do relatório será encaminhado para o Ministério Público. Se a comissão processante for aberta, ela terá um prazo de 90 dias para apurar o caso, podendo ser prorrogado por mais 90 dias.
A ação desta terça faz parte de uma série de manifestações realizadas pelos servidores municipais nos últimos dias. Com greve declarada desde a semana passada, algumas escolas estão com as atividades comprometidas e houve paralisação parcial na área da saúde. Entre as principais reivindicações, está o reajuste salarial, mas a Prefeitura alega que não tem condições de atender o pedido.
No início da noite o prefeito foi até a Câmara Municipal. De acordo com assessoria de comunicação da Prefeitura ele conversou com vereadores e representantes do servidores municipais.
Fonte: G1

Mais imagems

Afast 2


Publicidade


Outras Notícias


Novas suspeitas de obras superfaturadas em Presidente Kennedy

Santos Rodrigo e Salomão - Sacerdotes mártires

Veículo com marcas de tiros é encontrado abandonado em bairro de Cachoeiro

Soldados do Exército chegam à Cachoeiro e já atuam em pontos estratégicos

Sesa atualiza dados de febre amarela

ProUni: estudantes capixabas ganham mais prazo para apresentar documentos

Fespes vai denunciar Estado Brasileiro a entidades internacionais de direitos humanos pelo caos no ES

Procurador-geral da República vem ao Estado para dar aval à 'reforma da PM'

Governo abre processo contra 703 militares envolvidos em ‘revolta armada’

Famílias de militares seguem irredutíveis na porta dos batalhões

Nossa Senhora de Lourdes

São Miguel Febres - Padroeiro dos pedagogos

Atenção! Excesso de peso na mochila pode prejudicar saúde das crianças

Peritos aceleram liberação de cadáveres para receber mais corpos no DML

ARENA VERÃO 2017 COMEÇA NESTE FINAL DE SEMANA EM MARATAÍZES

D1 Notícias ©2010-2011. Todos direitos reservados.