Moradores revoltados quebram ônibus e fecham rua em Cachoeiro

Moradores

Cerca de 250 moradores fecharam uma rua em Cachoeiro de Itapemirim, no Sul do Estado, pois estão insatisfeitos com o novo sistema de integração do transporte público do município. Ontem, por volta das 17h30, eles colocaram fogo em pneus e impediram a saída de um ônibus do ponto final.

De acordo com os usuários, desde que o novo sistema começou a funcionar – há 45 dias – eles têm tido dificuldades para chegar aos seus destinos. “A gente quer que volte a ser como antes. Eu não consigo mais chegar ao hospital para levar meu filho e chego atrasada todos os dias no serviço, pois os ônibus não têm mais horários certos”, disse a atendente, Caroline Silva Rochetti, 26 anos.
Revoltados com a situação, os moradores do bairro Novo Parque se reuniram na rua Levino Fanzeres, onde fica o ponto final da linha. Eles impediram que um ônibus seguisse seu itinerário e ainda colocaram fogo em pneus. Um manifestante chegou a quebrar a janela do veículo. Nesse momento, os policiais intervieram e liberaram o ônibus. Logo depois o Corpo de Bombeiros apagou o fogo nos pneus.

Ainda de acordo com a atende, além da falta de horários e o fim dos itinerários bairro a bairro, ela tem tido um gasto maior. “Eu tenho que pagar uma passagem até o centro, e depois do centro até o meu serviço. E a minha patroa só me dá duas passagens por dia. A gente quer que volte ao sistema antigo”, reclama Caroline.

Fonte: Aqui Notícias



Publicidade


Outras Notícias


PREFEITURA DE CACHOEIRO E SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE AMPLIA EXAMES

Caminhoneiro sofre sequestro-relâmpago e tem caminhão roubado em Cachoeiro

Motorista morre afogado em Itapemirim

Jovem de 15 anos morre após perder o controle de motocicleta na curva de Boa Vista, em Marataízes.

Público não comparece ao Carnaval de Cachoeiro

São Martiniano - O jovem eremita

Caminhão e carro batem de frente e duas pessoas morrem na BR 101 em Atílio Vivácqua

Campanha coleta mais de 40 toneladas de lixo eletrônico em Cachoeiro

Novas suspeitas de obras superfaturadas em Presidente Kennedy

Santos Rodrigo e Salomão - Sacerdotes mártires

Veículo com marcas de tiros é encontrado abandonado em bairro de Cachoeiro

Soldados do Exército chegam à Cachoeiro e já atuam em pontos estratégicos

Sesa atualiza dados de febre amarela

ProUni: estudantes capixabas ganham mais prazo para apresentar documentos

Fespes vai denunciar Estado Brasileiro a entidades internacionais de direitos humanos pelo caos no ES

D1 Notícias ©2010-2011. Todos direitos reservados.