Japão começa a se reerguer com rapidez

No Japão, duas semanas depois do terremoto e do tsunami, o correspondente Roberto Kovalick viajou até uma região que mostra a rapidez com que o país começou a se reerguer. É uma estrada que tinha sido devastada. Mas ele também traz informações sobre uma preocupação que cresceu nesta sexta-feira (25) na área da usina de Fukushima.
A análise da água que contaminou três funcionários da usina de Fukushima revelou que eles foram expostos a níveis de radiação 10 mil vezes além do aceitável. Isso pode significar que houve vazamentos no núcleo do reator 3, onde eles trabalhavam.
Apesar disso, houve boas notícias: o nível de radiação na água do mar perto da usina caiu e o número de cidades com índices acima do aceitável na água também foi reduzido.
E os japoneses mais uma vez dão um exemplo de sua incrível capacidade de recuperação. Símbolo disso é uma estrada. Como todas as rodovias do Japão, ela é um tapete de asfalto. Nada demais, a não ser pelo fato de que, depois do terremoto, ela virou um cenário de destruição que durou apenas seis dias, até o início das obras. Agora ela está funcionando normalmente.



Publicidade


Outras Notícias


Cachoeiro se prepara para receber mais uma edição da Stone Fair

Bienal Rubem Braga terá encontro nacional de literatura fantástica

Dia D de vacinação contra gripe em Cachoeiro é no sábado (12)

Inscrições no Enem já começaram

Inscrições para o Enem passam de 200 mil em uma hora e meia

São Pedro de Tarantásia, foi um homem pacificador

Diocese de Cachoeiro adota medidas para evitar contágio de gripes

Santa Casa lança campanha para incentivar mulheres a doar sangue

Estudantes são assaltadas na porta de faculdade em Cachoeiro

Homem é morto durante tentativa de assalto em Cachoeiro

Nasceu; e agora? Psicólogos explicam como lidar com a depressão pós-parto

Atenção, motoristas! IPVA de veículos com finais de placas de 6 a 0 começa a vencer

Prorrogado para 10 de maio prazo para renovar contratos do Fies

Campanha de vacinação em todo o país vai até 01 de junho

Conta de luz: Em maio bandeira tarifária mais cara

D1 Notícias ©2010-2011. Todos direitos reservados.