Economia de quase 5% de energia com horário de verão no Estado

Sol_horario_de_verao__f5dcc5e316

O horário de verão começa no próximo domingo (20), a partir da meia-noite de sábado, e vai até o dia 16 de fevereiro de 2014. Os relógios devem ser adiantados em uma hora nas regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste. A redução esperada de demanda de energia no Espírito Santo é de 4,6%, ou seja, 85 megawats.

A informação é do Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS). Com uma hora a mais de luz natural, a demanda no horário de ponta diminui 2.065 megawats no subsistema Sudeste/Centro-Oeste, correspondendo a uma redução de 4,6% da carga total.

A previsão é de uma economia de 400 milhões de reais com a geração térmica evitada para atendimento à ponta e por restrições elétricas.

No ano passado, a economia do Espírito Santo foi de 57 megawats. Isso corresponde a 110 mil unidades consumidoras, o que equivalente ao tamanho de Cariacica. A redução do consumo no horário de ponta foi de 4,5%.



Publicidade


Outras Notícias


Novas suspeitas de obras superfaturadas em Presidente Kennedy

Santos Rodrigo e Salomão - Sacerdotes mártires

Veículo com marcas de tiros é encontrado abandonado em bairro de Cachoeiro

Soldados do Exército chegam à Cachoeiro e já atuam em pontos estratégicos

Sesa atualiza dados de febre amarela

ProUni: estudantes capixabas ganham mais prazo para apresentar documentos

Fespes vai denunciar Estado Brasileiro a entidades internacionais de direitos humanos pelo caos no ES

Procurador-geral da República vem ao Estado para dar aval à 'reforma da PM'

Governo abre processo contra 703 militares envolvidos em ‘revolta armada’

Famílias de militares seguem irredutíveis na porta dos batalhões

Nossa Senhora de Lourdes

São Miguel Febres - Padroeiro dos pedagogos

Atenção! Excesso de peso na mochila pode prejudicar saúde das crianças

Peritos aceleram liberação de cadáveres para receber mais corpos no DML

ARENA VERÃO 2017 COMEÇA NESTE FINAL DE SEMANA EM MARATAÍZES

D1 Notícias ©2010-2011. Todos direitos reservados.