Começa a campanha de vacinação contra a febre aftosa

Aftosa 1

De 1º a 30 de novembro será realizada em todo Espírito Santo a segunda etapa da campanha de vacinação contra a febre aftosa, em que devem ser vacinados todos os bovinos e bubalinos (búfalos). A campanha, coordenada pelo Instituto de Defesa Agropecuária e Florestal (Idaf), deve contemplar aproximadamente 2,2 milhões de animais em todo o Estado.

A vacinação é realizada pelos próprios produtores e as vacinas podem ser adquiridas em lojas agropecuárias cadastradas, apenas no período da campanha.

Vacine e comprove

Após a vacinação, o produtor deve comparecer ao Idaf, até o dia 10 de dezembro, levando a nota fiscal da vacina, a ficha de produtor e a declaração de vacinação, além de informar nascimentos e mortes ocorridos desde a última atualização cadastral. O Instituto orienta que os produtores não deixem a comprovação para os últimos dias, pois o fluxo de pessoas costuma ser grande.

Segundo o diretor-presidente do Idaf, Davi Diniz de Carvalho, o compromisso dos produtores com a vacinação de seu rebanho é fundamental para o sucesso da campanha. “Embora erradicada do Espírito Santo, com reconhecimento internacional desde 2001, a febre aftosa é uma das maiores preocupações da agropecuária. O comprometimento com a segurança do rebanho contribui para a manutenção do status de zona livre com vacinação e para manter a habilitação à exportação para mercados exigentes como a União Europeia, Chile, Região Aduaneira, entre outros”, diz o diretor.
Imunização adequada

O coordenador no Idaf do Programa Nacional de Erradicação e Prevenção da Febre Aftosa, José Dias Porto Júnior, orienta os produtores para que fiquem atentos aos cuidados no transporte da vacina, bem como na aplicação e no armazenamento.

“É importante que as vacinas sejam transportadas em recipiente isotérmico com gelo e que sejam conservadas na temperatura correta, de 2ºC a 8°C, até o momento da aplicação. Outra recomendação é quanto à substituição da agulha a cada dez animais vacinados e a limpeza da seringa e agulhas no início e ao final do procedimento, fervendo-as e guardando-as limpas e secas”, explica Porto Júnior.

  • Saiba mais sobre a febre aftosa no site do Idaf (www.idaf.es.gov.br).



Publicidade


Outras Notícias


Novas suspeitas de obras superfaturadas em Presidente Kennedy

Santos Rodrigo e Salomão - Sacerdotes mártires

Veículo com marcas de tiros é encontrado abandonado em bairro de Cachoeiro

Soldados do Exército chegam à Cachoeiro e já atuam em pontos estratégicos

Sesa atualiza dados de febre amarela

ProUni: estudantes capixabas ganham mais prazo para apresentar documentos

Fespes vai denunciar Estado Brasileiro a entidades internacionais de direitos humanos pelo caos no ES

Procurador-geral da República vem ao Estado para dar aval à 'reforma da PM'

Governo abre processo contra 703 militares envolvidos em ‘revolta armada’

Famílias de militares seguem irredutíveis na porta dos batalhões

Nossa Senhora de Lourdes

São Miguel Febres - Padroeiro dos pedagogos

Atenção! Excesso de peso na mochila pode prejudicar saúde das crianças

Peritos aceleram liberação de cadáveres para receber mais corpos no DML

ARENA VERÃO 2017 COMEÇA NESTE FINAL DE SEMANA EM MARATAÍZES

D1 Notícias ©2010-2011. Todos direitos reservados.