Bolsa Família: 862 famílias devem fazer Revisão Cadastral em Cachoeiro

Bolsa familia

Termina em 13 de dezembro o prazo para a revisão cadastral de 862 famílias, da cidade de Cachoeiro de Itapemirim (ES), beneficiárias do Bolsa Família e que estão há mais de 24 meses sem atualizar as informações no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal. Todos que se encontram nessa situação devem procurar o setor responsável pelo Bolsa Família em seu município para informar qualquer mudança com relação aos dados pessoais e à situação familiar, como, por exemplo, mudança de endereço, nascimento de um filho, casamento, viuvez, entre outros.

Caso as informações não sejam atualizadas, o benefício dessas famílias poderá ser bloqueado a partir de janeiro de 2014. Em todo o estado, aproximadamente 16,8 mil famílias precisam fazer a Revisão Cadastral. Esse número equivale a quase 75% do total de beneficiários que ainda não atualizou os dados.
Segundo o coordenador geral de Revisão de Benefícios do Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS), Roberto Pojo, o objetivo da Revisão Cadastral é garantir a qualidade das informações das pessoas atendidas pelo Bolsa Família, além do cumprimento das regras do programa. “Com as informações atualizadas, é possível avaliar se as famílias cumprem os pré-requisitos para o recebimento dos benefícios financeiros e atender com mais eficiência a população em situação de pobreza em todo o país.”

Para ele, é fundamental que as famílias observem o prazo estipulado pelo MDS. “Queremos evitar o bloqueio dos benefícios, por isso, é essencial que as famílias incluídas no processo de revisão façam a atualização dos dados no Cadastro Único até 13 de dezembro”, reforça Pojo. Ele acrescenta que, uma vez bloqueado, o benefício poderá ser cancelado a partir de 14 de fevereiro de 2014, caso as informações não sejam atualizadas a tempo.

Todas as famílias que precisam fazer a Revisão Cadastral de 2013 receberam mensagens nos extratos de pagamentos e cartas de convocação alertando sobre a necessidade de atualizar os dados. Para fazer a atualização dos dados, elas devem apresentar a seguinte documentação:

  • Para o responsável pela família (titular do cartão Bolsa Família) – Cadastro de Pessoa Física (CPF) ou Título de Eleitor. Já os responsáveis por famílias indígenas e quilombolas podem apresentar qualquer outro documento de identificação de validade nacional.
  • Para as demais pessoas da família – Pelo menos um dos seguintes documentos: Certidão de Nascimento, Certidão de Casamento, Certidão Administrativa de Nascimento do Indígena (Rani), CPF, Carteira de Identidade; Carteira de Trabalho e Previdência Social ou Título de Eleitor.
  • Outros documentos – Além da documentação obrigatória, as famílias podem levar outros documentos que ajudem a melhorar a qualidade das informações do Cadastro, como comprovante de residência, conta de energia elétrica, comprovante de matrícula das crianças e adolescentes na escola e carteia de Trabalho e Previdência Social.

Fonte: Folha do ES



Publicidade


Outras Notícias


Cachoeiro se prepara para receber mais uma edição da Stone Fair

Bienal Rubem Braga terá encontro nacional de literatura fantástica

Dia D de vacinação contra gripe em Cachoeiro é no sábado (12)

Inscrições no Enem já começaram

Inscrições para o Enem passam de 200 mil em uma hora e meia

São Pedro de Tarantásia, foi um homem pacificador

Diocese de Cachoeiro adota medidas para evitar contágio de gripes

Santa Casa lança campanha para incentivar mulheres a doar sangue

Estudantes são assaltadas na porta de faculdade em Cachoeiro

Homem é morto durante tentativa de assalto em Cachoeiro

Nasceu; e agora? Psicólogos explicam como lidar com a depressão pós-parto

Atenção, motoristas! IPVA de veículos com finais de placas de 6 a 0 começa a vencer

Prorrogado para 10 de maio prazo para renovar contratos do Fies

Campanha de vacinação em todo o país vai até 01 de junho

Conta de luz: Em maio bandeira tarifária mais cara

D1 Notícias ©2010-2011. Todos direitos reservados.