Projeto prevê cotas para negros em concursos públicos no Espírito Santo

Assembleia_legislativa__55fa01a6e1

Um projeto de lei, que prevê a reserva de 20% das vagas oferecidas em concursos públicos para a população negra, começou a tramitar, nesta terça-feira (19), na Assembleia Legislativa do Espírito Santo (Ales). A matéria é de autoria do deputado Roberto Carlos (PT), e abrange os concursos realizados pela administração pública estadual.

O projeto abrange os concursos para preenchimento das vagas também das autarquias, fundações públicas, empresas públicas e sociedades de economia mista controladas pelo Estado do Espírito Santo, devendo a reserva de vagas constar expressamente nos editais para cada cargo ou emprego público.

“Entendemos que essa é uma possibilidade de contribuir na correção de distorções históricas da sociedade brasileira. A população negra sofreu um longo processo de exclusão, inclusive articulado pelo próprio Estado, com a escravatura e impossibilidade dessa população ter acesso à posse de terras e bens. No Brasil, as políticas afirmativas foram atrasadas ainda pela interrupção do processo democrático, ocorrido no período de ditadura”, afirma Roberto Carlos. Poderão concorrer às vagas reservadas candidatos que se autodeclararem pretos ou pardos, conforme quesito utilizado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Em caso de declaração falsa, no entanto, o candidato ficará sujeito à anulação da sua admissão ao serviço ou emprego público, após procedimento administrativo em que lhe sejam assegurados o contraditório e ampla defesa. A autodeclaração é facultativa.

A vigência da lei será de 10 anos, podendo, ao final desse prazo, haver avaliação sobre a necessidade de sua renovação.



Publicidade


Outras Notícias


Novas suspeitas de obras superfaturadas em Presidente Kennedy

Santos Rodrigo e Salomão - Sacerdotes mártires

Veículo com marcas de tiros é encontrado abandonado em bairro de Cachoeiro

Soldados do Exército chegam à Cachoeiro e já atuam em pontos estratégicos

Sesa atualiza dados de febre amarela

ProUni: estudantes capixabas ganham mais prazo para apresentar documentos

Fespes vai denunciar Estado Brasileiro a entidades internacionais de direitos humanos pelo caos no ES

Procurador-geral da República vem ao Estado para dar aval à 'reforma da PM'

Governo abre processo contra 703 militares envolvidos em ‘revolta armada’

Famílias de militares seguem irredutíveis na porta dos batalhões

Nossa Senhora de Lourdes

São Miguel Febres - Padroeiro dos pedagogos

Atenção! Excesso de peso na mochila pode prejudicar saúde das crianças

Peritos aceleram liberação de cadáveres para receber mais corpos no DML

ARENA VERÃO 2017 COMEÇA NESTE FINAL DE SEMANA EM MARATAÍZES

D1 Notícias ©2010-2011. Todos direitos reservados.