Campanha de violência contra a mulher será levada com música para as escolas de todo o país

Agencia brasil25112012ef1

Da Agência Brasil

Rio de Janeiro – A segunda fase da campanha de combate à violência contra a mulher, lançada hoje (22), no centro da capital fluminense, vai focar as ações na conscientização de crianças e adolescentes. Serão apresentados dois videoclipes musicais em escolas, um gravado por artistas e outro por crianças, para informar os jovens sobre os altos índices de violência doméstica.

O evento de lançamento da campanha “Quem ama abraça – fazendo escola” reuniu centenas de estudantes, mulheres e artistas. O projeto foi idealizado em conjunto pela Rede de Desenvolvimento Humano (Redeh) e o Instituto Magna Mater (IMM), com o apoio do governo federal, por meio da Secretaria Especial de Políticas para as Mulheres e do Instituto Avon.

A ministra Eleonora Menicucci, titular da pasta, considerou fundamental que o foco dessa campanha seja voltado para crianças e adolescentes. “Com ela [a campanha] eu tenho certeza de que conseguiremos mudar valores e cultura que são impregnados nas crianças que passam a achar até natural a violência contra as mulheres. Por outro lado, eu tenho certeza que essa campanha nas escolas vai mudar definitivamente essa cultura”.

A campanha vai promover ações em todo o território nacional no ano de 2014 para conscientizar os cidadãos e diminuir o número de mortes de mulheres no Brasil. De acordo com estatísticas divulgadas pela Redeh, a cada duas horas, uma mulher é assassinada no país; 30% das mulheres já sofreram algum tipo de violência doméstica; e, a cada dois minutos, cinco mulheres são violentamente agredidas. Em 2012, 50.617 casos de estupro foram registrados.

O secretário de estado de Assistência Social e Direitos Humanos, Zaqueu Teixeira, ressaltou a importância do Rio de Janeiro no lançamento da campanha. “A campanha dá o pontapé para os 16 dias de ativismo contra a violência praticada contra as mulheres. Nós temos o orgulho de receber a campanha. E o Rio de Janeiro é o tambor. Tudo o que a gente faz aqui repercute bem. Eu vejo que trabalhar o não preconceito, trabalhar o amor junto às crianças é fundamental porque elas é que serão os balizadores do nosso futuro”, disse o secretário.

A cantora Leila Pinheiro, que trabalhou como diretora musical do clipe feito pelas crianças, disse que, por meio dos jovens, é mais fácil sensibilizar um adulto. “Acho que, pelas crianças, os adultos se sensibilizam de uma forma mais forte, mais contundente. As crianças sofrem por ver a mãe sendo vítima da violência. Ficou lindo [o clipe]. A música do Gabriel Moura e do Rogê é espetacular. Tomara que caia nos ouvidos do Brasil e que a gente consiga reduzir esses índices astronômicos de violência contra a mulher”.

O lançamento da segunda fase da campanha ocorre dentro dos 16 Dias de Ativismo pelo Fim da Violência, de 25 de novembro, quando é celebrado o Dia Internacional de Luta pela Não Violência contra as Mulheres, a 10 de dezembro, Dia Internacional dos Direitos Humanos. No dia 25, o Cristo Redentor, no Corcovado, zona sul do Rio, será iluminado com a cor lilás. Já o estádio Jornalista Mário Filho, o Maracanã, exibirá em todos os jogos mensagens pelo fim da violência contra as mulheres.

A iniciativa integra o Programa Mulher, Viver sem Violência, que visa a sensibilizar e conscientizar a população sobre os direitos das mulheres e o fim da impunidade para seus agressores. As campanhas “Compromisso e atitude pela Lei Maria da Penha” e “Desperte para essa causa”, também fazem parte do programa federal.



Publicidade


Outras Notícias


Novas suspeitas de obras superfaturadas em Presidente Kennedy

Santos Rodrigo e Salomão - Sacerdotes mártires

Veículo com marcas de tiros é encontrado abandonado em bairro de Cachoeiro

Soldados do Exército chegam à Cachoeiro e já atuam em pontos estratégicos

Sesa atualiza dados de febre amarela

ProUni: estudantes capixabas ganham mais prazo para apresentar documentos

Fespes vai denunciar Estado Brasileiro a entidades internacionais de direitos humanos pelo caos no ES

Procurador-geral da República vem ao Estado para dar aval à 'reforma da PM'

Governo abre processo contra 703 militares envolvidos em ‘revolta armada’

Famílias de militares seguem irredutíveis na porta dos batalhões

Nossa Senhora de Lourdes

São Miguel Febres - Padroeiro dos pedagogos

Atenção! Excesso de peso na mochila pode prejudicar saúde das crianças

Peritos aceleram liberação de cadáveres para receber mais corpos no DML

ARENA VERÃO 2017 COMEÇA NESTE FINAL DE SEMANA EM MARATAÍZES

D1 Notícias ©2010-2011. Todos direitos reservados.