Décimo terceiro salário vai injetar R$ 1,5 bilhão na economia capixaba

13 1

Segundo o Dicionário Informal da Língua Portuguesa “responsabilidade” no sentido mais popular significa “saber o que tem de ser feito e fazer”. Porém, não é isto que muitos brasileiros endividados entendem quando a palavra está relacionada ao décimo terceiro salário.

Muitos destes, que no Espírito Santo respondem pela fatia de 64% dos consumidores segundo levantamento da Federação do Comércio do Espírito Santo (Fecomercio-ES), admitem que parte da “gratificação de Natal” vai para o pagamento de dívidas. Mas a outra parte fica reservada para a compra de presentes, festas e viagens de fim de ano e até para dar entrada em novos endividamentos.

“Tenho algumas dívidas que são de maior urgência, que acarretam juros maiores. Vou quitar a maior parte que puder. Mas também tenho que fazer uma graça com a mãe, a namorada, a sogra, o que gera uma despesa”, disse o representante comercial Bruno Bergamaschi, 25, que está comprometido principalmente com o pagamento de cartões de crédito.

O representante comercial já iniciará o ano de 2014 com novas dívidas, visto que começará a pagar em janeiro uma viagem programada para o final do próximo ano. “Parte (do décimo terceiro) vai para a entrada da viagem. Algumas dívidas vão e outras vêm. Acho que isso só vai terminar quando eu ganhar na Mega-Sena”, brincou.
Mas há outra parcela de capixabas endividados que preferem começar o ano no azul como é o caso de Miriã Gomes, 50. A monitora de creche revelou que seu 13º salário vai todo para quitar dívidas, inclusive pagando em parcela única débitos anteriormente parcelados em vários meses. “Sou mais sossegada. Não costumo gastar dinheiro em festas de fim de ano e prefiro abrir mão de luxos, como viagens, para pagar dívidas. Não gosto de dever nada a ninguém”, declarou.

Para pessoas que pensam como Miriã, o economista e professor universitário Laudeir Frauches alerta: só começar o ano novo sem dívidas não é o suficiente. É preciso mudar o costume de acumular dívidas. “Tem de conhecer a sua realidade financeira, checar as prioridades e fazer um planejamento. Há uma pressão muito grande para pagar dívidas sem saber das coisas do futuro, e isso é um perigo. As pessoas esquecem que no início do ano tem IPTU, IPVA, escola para pagar”, lembra Franches.

“É sempre recomendável largar as dívidas, mas com a devida responsabilidade. Começar o ano no azul é ótimo, mas de nada adianta se as pessoas não mudarem o hábito de se endividar”, completou o economista.
R$ 1,5 bilhão injetados na economia do ES

Com o pagamento do 13º salário, mais de R$ 140 bilhões serão movimentados na economia nacional, sendo cerca de R$ 1,5 bilhão deste montante injetado na economia capixaba entre os meses de novembro e dezembro, de acordo com a estimativa da Associação dos Representantes de Bancos do Espírito Santo (Arbes). Este valor representa um crescimento de aproximadamente 10% em relação ao valor injetado no mesmo período do ano passado e corresponde à metade do montante do décimo terceiro pago, já que muitas empresas pagaram a outra metade ao longo do ano.

Mesmo com o alto número de endividados no Estado, José Lino Sepulcri, presidente da Fecomércio-ES, relatou que os comerciantes estão otimistas com as vendas, esperando um crescimento de 5% em relação ao ano passado, ultrapassando, desta forma, a barreira dos R$ 8 milhões.

“O endividamento de setembro em relação a outubro caiu cerca de 10%, e a tendência é que continue em queda. A injeção do décimo terceiro deve movimentar o comércio capixaba e a expectativa do comerciante é que, como em todo o final de ano, aconteçam boas vendas” disse Sepulcri.

Como funciona o 13º salário

O 13º salário é conhecido como gratificação de Natal e foi criado no Brasil pela Lei 4.090, de 13/07/1962. Ele garante que o trabalhador receba o correspondente a 1/12 (um doze avos) da remuneração por mês trabalhado. Ou seja, consiste no pagamento de um salário extra ao trabalhador no final de cada ano.

Quem tem direito: trabalhadores domésticos, rurais, urbanos ou avulsos. A partir de quinze dias de serviço, o trabalhador já passa ter direito a receber, bem como os aposentados e pensionistas do INSS.

Cálculo: divide-se o salário integral do trabalhador por doze e multiplica-se o resultado pelo número de meses trabalhados. As horas extras, adicionais noturno de insalubridade e comissões adicionais também entram no cálculo da gratificação. Se o trabalhador tiver mais de quinze faltas não justificadas em um mês de trabalho ele deixa de ter direito ao 1/12 relativos àquele mês.

Como é pago: deve ser paga pelo empregador em duas parcelas. A Lei 4.749, de 12/08/1965, determina que a primeira seja paga entre o dia 1º de fevereiro até o dia 30 de novembro. Já a segunda parcela deve ser paga até o dia 20 de dezembro, tendo como base de cálculo o salário de dezembro menos o valor adiantado na primeira parcela.

Se o trabalhador desejar, ele pode receber a primeira parcela por ocasião de suas férias, mas, neste caso, ele deve solicitar por escrito ao empregador até o mês de janeiro do respectivo ano. Caso a data máxima de pagamento do décimo terceiro caia em um domingo ou feriado, o empregador deve antecipar o pagamento para o último dia útil anterior. O pagamento da gratificação em uma única parcela, como feito por muitos empregadores, normalmente em dezembro, é ilegal, estando o empregador sujeito a multa.
BOX

Três perguntas devem ser feitas antes de comprar:

1- Eu preciso, de fato, deste objeto?
2- Eu tenho dinheiro para compra-lo agora?
3- Tenho que compra-lo agora?

Mais imagems

13 2
13 3


Publicidade


Outras Notícias


Novas suspeitas de obras superfaturadas em Presidente Kennedy

Santos Rodrigo e Salomão - Sacerdotes mártires

Veículo com marcas de tiros é encontrado abandonado em bairro de Cachoeiro

Soldados do Exército chegam à Cachoeiro e já atuam em pontos estratégicos

Sesa atualiza dados de febre amarela

ProUni: estudantes capixabas ganham mais prazo para apresentar documentos

Fespes vai denunciar Estado Brasileiro a entidades internacionais de direitos humanos pelo caos no ES

Procurador-geral da República vem ao Estado para dar aval à 'reforma da PM'

Governo abre processo contra 703 militares envolvidos em ‘revolta armada’

Famílias de militares seguem irredutíveis na porta dos batalhões

Nossa Senhora de Lourdes

São Miguel Febres - Padroeiro dos pedagogos

Atenção! Excesso de peso na mochila pode prejudicar saúde das crianças

Peritos aceleram liberação de cadáveres para receber mais corpos no DML

ARENA VERÃO 2017 COMEÇA NESTE FINAL DE SEMANA EM MARATAÍZES

D1 Notícias ©2010-2011. Todos direitos reservados.