Investigação precisa de dados do Banco Central

Cam_200_200

A conclusão da investigação sobre a corrupção na Câmara Municipal de Cachoeiro de Itapemirim depende de informações a serem cedidas pelo Banco Central, segundo o promotor Rodrigo Monteiro. Não há previsão para o envio.

A partir dos dados, será possível comprovar o volume real de dinheiro desviado e acusar as pessoas envolvidas no esquema que tinha o contador Hélio Grecchi Roza como mentor, na visão do Ministério Público.

As oitivas continuam na Promotoria do município e os sete servidores públicos permanecem afastados. Algumas pessoas ouvidas chegaram a receber dinheiro, via depósito, de Hélio, porém alegaram a prestação de serviço ou venda de mercadoria.

Através das informações do Banco Central, de acordo com o promotor, será possível descobrir aqueles que receberam quantidade expressiva de depósitos de Grecchi, o que faz crescer a suspeita de participação no crime de desvio de verba pública.

Até o momento, acredita-se que o rombo é de R$ 1,2 milhão, com base somente neste ano. A fraude foi descoberta em setembro e levou duas pessoas à prisão – temporária -, das 10 detidas na operação Parlamento Rosa.

O desvio acontecia da seguinte forma: o contador Hélio conseguia a assinatura da Mesa Diretora para realizar o pagamento de tributos; logo, a destinação dos cheques era alterada para quitação de folha parlamentar, a qual continha uma lista de nomes que recebiam os depósitos.

Alguns cheques tinham rasuras grotescas e rabiscos feitos à caneta; a partir aí, o promotor decidiu também ouvir funcionários da Caixa Econômica Federal – onde ocorriam as transações bancárias – no intuito de apurar uma possível facilitação por parte de algum bancário.

Fonte: O Fato



Publicidade


Outras Notícias


Novas suspeitas de obras superfaturadas em Presidente Kennedy

Santos Rodrigo e Salomão - Sacerdotes mártires

Veículo com marcas de tiros é encontrado abandonado em bairro de Cachoeiro

Soldados do Exército chegam à Cachoeiro e já atuam em pontos estratégicos

Sesa atualiza dados de febre amarela

ProUni: estudantes capixabas ganham mais prazo para apresentar documentos

Fespes vai denunciar Estado Brasileiro a entidades internacionais de direitos humanos pelo caos no ES

Procurador-geral da República vem ao Estado para dar aval à 'reforma da PM'

Governo abre processo contra 703 militares envolvidos em ‘revolta armada’

Famílias de militares seguem irredutíveis na porta dos batalhões

Nossa Senhora de Lourdes

São Miguel Febres - Padroeiro dos pedagogos

Atenção! Excesso de peso na mochila pode prejudicar saúde das crianças

Peritos aceleram liberação de cadáveres para receber mais corpos no DML

ARENA VERÃO 2017 COMEÇA NESTE FINAL DE SEMANA EM MARATAÍZES

D1 Notícias ©2010-2011. Todos direitos reservados.