“Greve seria uma decisão prematura”

Carlette_200_200

O diretor comercial da Viação Flecha Branca, Eduardo Carlette, entende que o processo de negociação está avançando e que três reuniões não são suficientes para uma decisão radical.

“Vejo que uma greve agora seria uma decisão prematura. Em outros anos, já aconteceu de uma negociação durar três meses. É preciso dialogar bastante antes de chegar a um acordo”, avalia Eduardo.

Para ele, a proposta da classe trabalhista de 15% de reajuste está fora do cenário econômico, por isso é inviável atendê-la. “É um percentual que causaria grande impacto na tarifa. Além disso, a economia brasileira está estagnada. Em épocas quando a situação econômica era pujante, o reajuste concedido era bem inferior a 15%”, analisa.

Outra proposta dos trabalhadores é a concessão de plano de saúde. O diretor comercial da empresa informou que o debate inicial é em torno do reajuste salarial, porém adiantou que o benefício também causa impacto financeiro, sendo inviável.

Fonte: O Fato



Publicidade


Outras Notícias


Novas suspeitas de obras superfaturadas em Presidente Kennedy

Santos Rodrigo e Salomão - Sacerdotes mártires

Veículo com marcas de tiros é encontrado abandonado em bairro de Cachoeiro

Soldados do Exército chegam à Cachoeiro e já atuam em pontos estratégicos

Sesa atualiza dados de febre amarela

ProUni: estudantes capixabas ganham mais prazo para apresentar documentos

Fespes vai denunciar Estado Brasileiro a entidades internacionais de direitos humanos pelo caos no ES

Procurador-geral da República vem ao Estado para dar aval à 'reforma da PM'

Governo abre processo contra 703 militares envolvidos em ‘revolta armada’

Famílias de militares seguem irredutíveis na porta dos batalhões

Nossa Senhora de Lourdes

São Miguel Febres - Padroeiro dos pedagogos

Atenção! Excesso de peso na mochila pode prejudicar saúde das crianças

Peritos aceleram liberação de cadáveres para receber mais corpos no DML

ARENA VERÃO 2017 COMEÇA NESTE FINAL DE SEMANA EM MARATAÍZES

D1 Notícias ©2010-2011. Todos direitos reservados.