“Greve seria uma decisão prematura”

Carlette_200_200

O diretor comercial da Viação Flecha Branca, Eduardo Carlette, entende que o processo de negociação está avançando e que três reuniões não são suficientes para uma decisão radical.

“Vejo que uma greve agora seria uma decisão prematura. Em outros anos, já aconteceu de uma negociação durar três meses. É preciso dialogar bastante antes de chegar a um acordo”, avalia Eduardo.

Para ele, a proposta da classe trabalhista de 15% de reajuste está fora do cenário econômico, por isso é inviável atendê-la. “É um percentual que causaria grande impacto na tarifa. Além disso, a economia brasileira está estagnada. Em épocas quando a situação econômica era pujante, o reajuste concedido era bem inferior a 15%”, analisa.

Outra proposta dos trabalhadores é a concessão de plano de saúde. O diretor comercial da empresa informou que o debate inicial é em torno do reajuste salarial, porém adiantou que o benefício também causa impacto financeiro, sendo inviável.

Fonte: O Fato



Publicidade


Outras Notícias


Espírito Santo enfrenta desafio de vencer transmissão vertical do HIV, da hepatite B e da sífilis

Leptospirose é doença grave e transmitida por água contaminada de enchentes

Publicado decreto que autoriza uso do FGTS para compra de próteses

Saiba mais sobre as vacinas contra a gripe disponíveis no Brasil

Santo Apolônio, seu amor a Deus foi concreto

Inscrições para Cachoeirense Ausente de 2018 abrem nesta sexta (23)

Desfile e mostra cultural festejam emancipação de Cachoeiro

“A defesa da água é a defesa da vida”, afirma Papa

São Zacarias, Papa

Mais de cinco mil assinaturas reivindicam asfalto em comunidades de Alegre

São Nicolau de Flue, eremita

Prefeitura de Cachoeiro tenta disciplinar trânsito em cruzamento

Pai é preso suspeito de estuprar a filha de 11 anos em Marataízes

PM encontra pé de maconha dentro de casa em Cachoeiro

Torta Capixaba Orgulho da Nossa Gastronomia

D1 Notícias ©2010-2011. Todos direitos reservados.