Festival de leituras dramáticas movimenta Cachoeiro de Itapemirim

Leitura 1

No próximo dia 14 será realizada a quarta edição do Festival de Leituras Dramáticas Capixabas, em Cachoeiro de Itapemirim. Durante a manhã e à tarde, uma programação variada e totalmente gratuita levará ao público leituras da arte por meio de linguagens diversas, como dança, performance, teatro e literatura.

Selecionado pelo Edital 040/2013, de projetos de valorização da diversidade cultural capixaba, da Secretaria de Estado da Cultura (Secult), o festival é realizado pelo Grupo Anônimos de Teatro, de Cachoeiro de Itapemirim, com recursos do Funcultura.

Além das apresentações na Praça Jerônimo Monteiro, a programação contará ainda com a oficina “Projeto Cultural: Como dar forma às ideias”, sobre os elementos e as características para propostas e projetos, com a produtora e agente cultural Rosa Rasuck. No encontro, que terá quatro horas de duração, serão abordadas novas formas de financiamento e dicas sobre como colocar em prática a criatividade.

Neste ano, a oficina “Corpo e Texto Capixaba em Ação”, de leituras dramáticas, está sendo realizada desde outubro, com os alunos do Ponto de Cultura Escola de Teatro Darlene Glória. O resultado dessa oficina será apresentado pelos alunos na praça, junto com os artistas convidados.

O festival

Em novembro de 2008, o projeto de levar teatro e literatura à população de Cachoeiro de Itapemirim mobilizou centenas de pessoas na Praça Jerônimo Monteiro, no coração da cidade. De lá para cá, a cada dois anos, jovens e adultos das mais diversas classes têm parado para contemplar os artistas do Espírito Santo, na arte da interpretação com leituras dramáticas de textos capixabas.

A renovação é marca do festival, que, desta vez, trabalha com foco também na arte-educação, formando e capacitando atores e não-atores de Cachoeiro de Itapemirim interessados por leitura dramática e também pelo teatro e pela literatura. Por meio da oficina “Corpo e Texto Capixaba em Ação”, com Luiz Carlos Cardoso, os alunos trabalham o estudo gramatical dos símbolos teatrais, desenvolvendo a criatividade cênica e a técnica por meio dos estudos de voz, corpo, expressão e linguagem.

Todos os textos são de autores capixabas, muitos cachoeirenses, a exemplo de Milena Paixão, Rubem Braga, Valquíria Carvalho, Marcelo Grillo, Maria Elvira Tavares Costa, Lucimar Costa, Leonardo Fardim, Roney Morais, Marina Altoé e Fernando Marques.

Programação
Praça Jerônimo Monteiro
Centro, Cachoeiro de Itapemirim

10 horas – Performance “Chega”, com Felipe Mourad
Trata-se de uma luta de reconquista da dança por um corpo privado de suas potencialidades ao submeter-se a um modo de vida servil — o corpo do performer à cultura do seu tempo. Desse corpo posto em crise, mergulhado na argila, talvez algo importante em sua generosa anarquia possa ser ofertado aos homens, como um pequeno presente selvagem.

11 horas – Dança na Cidade, com Jeremias Schaydegger
Com mais de 30 anos de carreira, o coreógrafo cachoeirense interfere na cidade com a sua arte, experimentando as estruturas urbanas para dançar e modificar.

11h30 – Leituras dramáticas
Reúne textos de autores capixabas lidos pelos alunos da oficina “Corpo e Texto Capixaba em Ação”, em parceria com o Ato Cenopoético, que apresenta o espetáculo “Pé de Que Tem”, resultado do trabalho de Residência Teatral contemplado pela Secult em 2012 com os diretores Junio Santos (RN) e Ray Lima (CE).

Centro Cultural Nelson Sylvan
Rua 25 de Março, 171, Centro, Cachoeiro de Itapemirim
(em frente a Casa dos Braga)

15 horas – Oficina “Projeto Cultural: Como dar forma às ideias”, com Rosa Rasuck
Conteúdo: Elementos e características da proposta e do projeto; fontes de financiamento.
Duração: 4 horas
Aberto ao público

Mais imagems

Leitura 2


Publicidade


Outras Notícias


Novas suspeitas de obras superfaturadas em Presidente Kennedy

Santos Rodrigo e Salomão - Sacerdotes mártires

Veículo com marcas de tiros é encontrado abandonado em bairro de Cachoeiro

Soldados do Exército chegam à Cachoeiro e já atuam em pontos estratégicos

Sesa atualiza dados de febre amarela

ProUni: estudantes capixabas ganham mais prazo para apresentar documentos

Fespes vai denunciar Estado Brasileiro a entidades internacionais de direitos humanos pelo caos no ES

Procurador-geral da República vem ao Estado para dar aval à 'reforma da PM'

Governo abre processo contra 703 militares envolvidos em ‘revolta armada’

Famílias de militares seguem irredutíveis na porta dos batalhões

Nossa Senhora de Lourdes

São Miguel Febres - Padroeiro dos pedagogos

Atenção! Excesso de peso na mochila pode prejudicar saúde das crianças

Peritos aceleram liberação de cadáveres para receber mais corpos no DML

ARENA VERÃO 2017 COMEÇA NESTE FINAL DE SEMANA EM MARATAÍZES

D1 Notícias ©2010-2011. Todos direitos reservados.