Estaleiro Jurong Aracruz terá 2000 contratados até abril

Jurong1_jpg

O governador Renato Casagrande e o secretário de Estado de Desenvolvimento, Nery De Rossi, visitaram as instalações do Estaleiro Jurong Aracruz (EJA) na manhã desta terça-feira (14) e assistiram a uma apresentação dos representantes da empresa sobre o andamento do projeto. O EJA já está com 40% das suas obras concluídas e deverá atingir um número de 2000 colaboradores até abril deste ano.

O governador Casagrande comemorou os números apresentados. “O empreendimento vai criar um polo naval, que representa uma nova atividade em nossa economia, e vai gerar grandes oportunidades para os moradores da região’’, destacou.

De acordo com a diretora de Relações Institucionais da empresa, Luciana Sandri, já foram investidos R$ 700 milhões no empreendimento que, até 2016, deverá contratar 6000 trabalhadores. “O estaleiro vem mudando a realidade dos moradores da região de Aracruz e do Estado. Atualmente, 92% dos nossos fornecedores são do Estado e apenas 8% dos demais estados. Cerca de 46% desses fornecedores são de Aracruz e Fundão. Além disso, em 2013 treinamos 995 pessoas e foram investidos cerca de R$ 2 milhões no Programa de Treinamento de estudantes, em parceria com o Ifes (Instituto Federal do Espírito Santo), em intercâmbio em Singapura”.

Na opinião do presidente do EJA, Martin Cheah, o andamento das obras e os investimentos realizados fazem com o Espírito Santo saia na frente no segmento da indústria naval. “O EJA vai ser um dos melhores estaleiros do Brasil do ponto de vista operacional”, disse.

Em maio deste ano, o estaleiro receberá o casco do primeiro navio-sonda que será construído no Brasil.

O empreendimento

O Estaleiro Jurong Aracruz faz parte da Sembcorp Marine, que é um grupo líder mundial de engenharia marinha e oceânica, com 49 anos de experiência e comprovada capacidade na construção de plataformas submersíveis (jack-ups) de alta especificação, com a inovadora e ágil construção de plataformas semissubmersíveis, conversão de flutuantes de produção e instalações de armazenamento, como também de engenharia e construção de plataformas oceânicas.

O projeto de instalação do estaleiro inclui um dique flutuante, um cais de atracagem, como também oficinas de acessórios de tubulação e a fabricação de aço. Após sua conclusão, o Estaleiro Jurong Aracruz (EJA) terá capacidade para assumir a construção de plataformas, semissubmersíveis e jack-ups de perfuração, plataformas e embarcações de suprimentos como também de integração de FPSO (flutuantes de produção, armazenamento e descarga) e da fabricação de módulos de integração, além dos tradicionais serviços de reparos de sondas de perfuração, reparos, modificação e melhoramentos em embarcações.

Mais imagems

Jurong2_jpg
Jurong3_jpg
Jurong4_jpg
Jurong5_jpg


Publicidade


Outras Notícias


Novas suspeitas de obras superfaturadas em Presidente Kennedy

Santos Rodrigo e Salomão - Sacerdotes mártires

Veículo com marcas de tiros é encontrado abandonado em bairro de Cachoeiro

Soldados do Exército chegam à Cachoeiro e já atuam em pontos estratégicos

Sesa atualiza dados de febre amarela

ProUni: estudantes capixabas ganham mais prazo para apresentar documentos

Fespes vai denunciar Estado Brasileiro a entidades internacionais de direitos humanos pelo caos no ES

Procurador-geral da República vem ao Estado para dar aval à 'reforma da PM'

Governo abre processo contra 703 militares envolvidos em ‘revolta armada’

Famílias de militares seguem irredutíveis na porta dos batalhões

Nossa Senhora de Lourdes

São Miguel Febres - Padroeiro dos pedagogos

Atenção! Excesso de peso na mochila pode prejudicar saúde das crianças

Peritos aceleram liberação de cadáveres para receber mais corpos no DML

ARENA VERÃO 2017 COMEÇA NESTE FINAL DE SEMANA EM MARATAÍZES

D1 Notícias ©2010-2011. Todos direitos reservados.