Mais de 12.320 novos casos de câncer devem surgir no Espírito Santo em 2014

O Instituto Nacional de Câncer (Inca) estima que 12.320 novos casos da doença surjam no Estado em 2014 – projeção 15% maior que o ano anterior. Além disso, o mal é a terceira maior causa de morte no Espírito Santo, acometendo, em média, mais de 3,6 mil capixabas por ano. Esses números servem de alerta no ‘Dia Nacional de Luta contra o Câncer’, lembrado nesta terça-feira (04).

O foco atual quando se fala em câncer está em duas palavras: prevenção e promoção à saúde. “Cerca de 10% a 15% das causas de câncer são hereditárias. De um tempo para cá já ficou claro que o aparecimento da doença está ligado ao estilo de vida e à falta de cuidados com a saúde”, destaca a referência técnica da Secretaria de Estado da Saúde (Sesa), Rita Rocha.

Por isso, dieta inadequada, radiação solar, bebida alcoólica, tabagismo, obesidade e sedentarismo são fatores de risco que devem ser minimizados. “Além de adotar novos hábitos, os cuidados com a saúde, como a realização de exames de rotina, são importantes para diminuir os riscos de se desenvolver câncer, sem contar o diagnóstico precoce”, lembra a coordenadora.

Novos casos

Do total de 12.320 novos casos estimados, a maioria, 6.840, deve atingir o sexo masculino. Nesse público, o câncer de próstata é disparado o mais comum (desconsiderando o câncer de pele não melanoma), com uma incidência prevista de 1.580 novos registros, seguido pelo câncer de estômago (310) e o grupo que envolve as neoplasias de traqueia, brônquio e de pulmão (310).

Já entre as mulheres, de acordo com o Inca, a estimativa é que apareçam 5.480 novos registros, com destaque para os casos de câncer de mama, o mais prevalente (desconsiderando o câncer de pele não melanoma), com 990 novas notificações. As neoplasias de cólon e reto (340) e colo do útero (270) vêm em seguida (veja tabela abaixo).

Mortalidade

O câncer é a terceira maior causa de mortes no Espírito Santo. De 2011 até outubro de 2013, a doença matou 10.775 capixabas, uma média que ultrapassa 3,6 mil óbitos por ano. Considerando os dois sexos, as neoplasias do grupo que engloba traqueia, brônquios e pulmões, câncer de estômago, cólon, reto e ânus são os que mais matam.



Publicidade


Outras Notícias


Bienal Rubem Braga terá encontro nacional de literatura fantástica

Dia D de vacinação contra gripe em Cachoeiro é no sábado (12)

Inscrições no Enem já começaram

Inscrições para o Enem passam de 200 mil em uma hora e meia

São Pedro de Tarantásia, foi um homem pacificador

Diocese de Cachoeiro adota medidas para evitar contágio de gripes

Santa Casa lança campanha para incentivar mulheres a doar sangue

Estudantes são assaltadas na porta de faculdade em Cachoeiro

Homem é morto durante tentativa de assalto em Cachoeiro

Nasceu; e agora? Psicólogos explicam como lidar com a depressão pós-parto

Atenção, motoristas! IPVA de veículos com finais de placas de 6 a 0 começa a vencer

Prorrogado para 10 de maio prazo para renovar contratos do Fies

Campanha de vacinação em todo o país vai até 01 de junho

Conta de luz: Em maio bandeira tarifária mais cara

São Floriano, padroeiro dos bombeiros

D1 Notícias ©2010-2011. Todos direitos reservados.