Americana viciada em comer sofá

Mulher-come-sofa-hg

Adele Edwards, de 30 anos, mãe de cinco filhos, sofre de uma compulsão, no mínimo, inusitada. Ela é viciada em comer estofado de sofá.

Como salgadinhos, ela arranca pedaços e mais pedaços da espuma e os petisca o tempo todo. Tanto que ela acredita já ter consumido pelo menos oito sofás e cinco cadeiras desde os 10 anos, período que começou a comer sofás.
Adele gosta também de petiscar alguns elásticos e borrachinhas onde mora, na Flórida.

- Eu tinha dez anos quando fui apresentada à almofada. No início, eu pensei que era estranho, mas, depois de comer por um tempo, eu passei a gostar da textura.

Sua mãe disse que, a partir desse ponto em diante, ela começou a comer as almofadas com bastante regularidade e que frequentemente engolia pedaços “como se fossem algodão doce”.

- Parece estranho, mas, para mim, gosto de espuma é como o de doce. Ela já foi orientada por médicos sobre o perigo do vício, que segundo eles, pode matá-la. Mas Adele disse que não consegue se livrar de “suas delícias”.

Fonte:r7



Publicidade


Outras Notícias


Espírito Santo enfrenta desafio de vencer transmissão vertical do HIV, da hepatite B e da sífilis

Leptospirose é doença grave e transmitida por água contaminada de enchentes

Publicado decreto que autoriza uso do FGTS para compra de próteses

Saiba mais sobre as vacinas contra a gripe disponíveis no Brasil

Santo Apolônio, seu amor a Deus foi concreto

Inscrições para Cachoeirense Ausente de 2018 abrem nesta sexta (23)

Desfile e mostra cultural festejam emancipação de Cachoeiro

“A defesa da água é a defesa da vida”, afirma Papa

São Zacarias, Papa

Mais de cinco mil assinaturas reivindicam asfalto em comunidades de Alegre

São Nicolau de Flue, eremita

Prefeitura de Cachoeiro tenta disciplinar trânsito em cruzamento

Pai é preso suspeito de estuprar a filha de 11 anos em Marataízes

PM encontra pé de maconha dentro de casa em Cachoeiro

Torta Capixaba Orgulho da Nossa Gastronomia

D1 Notícias ©2010-2011. Todos direitos reservados.