Mega operação buscará vítimas de tremor no litoral japonês

Megaoperacao-japao-20110401-01-size-598

Há exatamente três semanas, o nordeste do Japão era arrasado por um violento terremoto. E o impacto brutal dessa tragédia voltará a ser vivido nesta sexta-feira, com o começo de uma operação duríssima para as equipes de resgate. Mais de 24.000 soldados japoneses e americanos deverão explorar todas as regiões atingidas pelo tremor e pelo tsunami, com a missão de encontrar e recolher todos os corpos de vítimas. No total, a catástrofe deixou 28.000 mortos e desaparecidos.

O plano, quase uma operação de guerra, contará com buscas aéreas e marítimas na costa nordeste do Japão. A busca dos corpos envolve 120 aviões e helicópteros, além de 65 navios ao longo do devastado litoral. Serão três dias de trabalho, com uma só exceção: as buscas não deverão incluir o perímetro de 30 quilômetros ao redor da usina nuclear de Fukushima, onde o nível de radiação é perigoso. Quase mil corpos estão dentro da área de segurança e, por enquanto, ficarão ali.



Publicidade


Outras Notícias


Novas suspeitas de obras superfaturadas em Presidente Kennedy

Santos Rodrigo e Salomão - Sacerdotes mártires

Veículo com marcas de tiros é encontrado abandonado em bairro de Cachoeiro

Soldados do Exército chegam à Cachoeiro e já atuam em pontos estratégicos

Sesa atualiza dados de febre amarela

ProUni: estudantes capixabas ganham mais prazo para apresentar documentos

Fespes vai denunciar Estado Brasileiro a entidades internacionais de direitos humanos pelo caos no ES

Procurador-geral da República vem ao Estado para dar aval à 'reforma da PM'

Governo abre processo contra 703 militares envolvidos em ‘revolta armada’

Famílias de militares seguem irredutíveis na porta dos batalhões

Nossa Senhora de Lourdes

São Miguel Febres - Padroeiro dos pedagogos

Atenção! Excesso de peso na mochila pode prejudicar saúde das crianças

Peritos aceleram liberação de cadáveres para receber mais corpos no DML

ARENA VERÃO 2017 COMEÇA NESTE FINAL DE SEMANA EM MARATAÍZES

D1 Notícias ©2010-2011. Todos direitos reservados.