Trabalhadores da Ufes e do Hucam param nesta segunda

Greve

Os trabalhadores da Universidade Federal do Estado (Ufes) iniciam na segunda-feira (24) as paralisações da greve deflagrada na última segunda-feira (17). Nessa quinta-feira (20) os trabalhadores do campus de Goiabeiras definiram os serviços que funcionam durante a greve, e nesta sexta-feira (21) os servidores de Maruípe deliberaram sobre o funcionamento do Hospital Universitário Cassiano Antônio de Moraes (Hucam), o Hospital das Clínicas.

De acordo com a decisão da assembleia dos trabalhadores, realizada na sede do Sindicato dos Trabalhadores na Ufes (Sintufes), no campus de Goiabeiras, será afetada pela paralisação a Biblioteca Central e as setoriais; secretarias de departamento de cursos; Pró Reitoria de Graduação (Prograd); seções da Prefeitura Universitária; setor de capacitação de servidores (Divisão de Desenvolvimento de Pessoas); Centro de Educação Infantil Criarte (creche da Ufes); e o Restaurante Universitário (RU). O RU, no entanto, já ficaria fechado até o dia 31 de março, em função de manutenção local.

A orientação da assembleia é de que os órgãos similares aos setores afetados pela greve em Goiabeiras também tenham serviços reduzidos ou suspensos no Centro de Ciências Agrárias (CCA) – campus de Alegre, no Sul do Estado; e no Centro Universitário do Norte do Estado (Ceunes), em São Mateus, no norte.

Em relação ao Hucam, os setores de marcação de consultas e consultas ambulatoriais de clínica geral, pediatria geral, ginecologia entre outros procedimentos serão afetados pela paralisação dos trabalhadores técnico-administrativos em Educação.

Já os programas especiais não devem ser afetados. Com isso, vão funcionar os ambulatórios de doenças Infecto-parasitárias (Aids/carga viral – tuberculose); de Oftalmologia (retina, glaucoma e revisão); de Ginecologia Obstétrica (oncologia, alto risco, mastologia, colposcopia); Casa 3 (revisão cirúrgica e bariátrica); Casa 5 – Pneumologia (remédios supervisionados, internados, câncer pulmão); Casa 5 – Neurologia (esclerose múltipla, coreia e epilepsia); Casa 6 (pulsoterapia); e Dermatologia (hanseníase).

O laboratório vai atender aos programas especiais e aos internados. Além disso, no hospital, o setor de Radiologia (serviço de diagnóstico por imagem – para internados e pacientes dos programas especiais) e a Maternidade (obstetrícia, alto risco, oncologia) não serão afetados pela greve.

Por decisão da assembleia da categoria, o Comando Local de Greve de Goiabeiras será instalado em uma tenda que ficará localizada nas imediações da Reitoria. Já o Comando Local de Greve do Hucam ficará instalado em uma tenda no estacionamento próximo à guarita de entrada do hospital.

A previsão é de que as atividades de greve comecem por volta das 7 horas, no Comando de Greve do Hucam; e das 08 horas, em Goiabeiras, nesta segunda-feira. A orientação para os trabalhadores é de que eles se concentrem nas tendas do Comando de Greve de seu campus.

O Sintufes orienta a categoria a manter 30% dos serviços em todos os campi e no Hucam.



Publicidade


Outras Notícias


Bienal Rubem Braga terá encontro nacional de literatura fantástica

Dia D de vacinação contra gripe em Cachoeiro é no sábado (12)

Inscrições no Enem já começaram

Inscrições para o Enem passam de 200 mil em uma hora e meia

São Pedro de Tarantásia, foi um homem pacificador

Diocese de Cachoeiro adota medidas para evitar contágio de gripes

Santa Casa lança campanha para incentivar mulheres a doar sangue

Estudantes são assaltadas na porta de faculdade em Cachoeiro

Homem é morto durante tentativa de assalto em Cachoeiro

Nasceu; e agora? Psicólogos explicam como lidar com a depressão pós-parto

Atenção, motoristas! IPVA de veículos com finais de placas de 6 a 0 começa a vencer

Prorrogado para 10 de maio prazo para renovar contratos do Fies

Campanha de vacinação em todo o país vai até 01 de junho

Conta de luz: Em maio bandeira tarifária mais cara

São Floriano, padroeiro dos bombeiros

D1 Notícias ©2010-2011. Todos direitos reservados.