Escolas do interior lideram avaliações da educação básica no Espírito Santo

Sedu___dayana_souza__2_-63144

As escolas da rede pública estadual do interior do Espírito Santo obtiveram as melhores médias nas provas do Programa de Avaliação da Educação Básica do Espírito Santo (Paebes) de 2013. O resultado da avaliação foi divulgado no início da tarde desta quarta-feira (02), pela Secretaria de Estado da Educação (Sedu).

O Paebes avalia alunos das séries finais (4ª, 5ª, 8ª, e 9ª) do ensino fundamental e médio (3ª ano regular e 3ª ano integrado ao técnico) de 506 unidades de ensino estaduais, 50 escolas particulares e instituições de educação de 76 municípios capixabas. O número de estudantes avaliados passa de 150 mil. “Tradicionalmente, as escolas da região Serrana tem os melhores resultados”, afirmou o secretário de educação, Klinger Barbosa. “Estamos satisfeitos, porque em todas as disciplinas houve avanços e eles são importantes”, completou.

As disciplinas avaliadas no ensino fundamental são língua portuguesa, matemática e ciências da natureza. Já no ensino médio as áreas de conhecimento examinadas são química, física e biologia, além da língua portuguesa e da matemática. Este ano, geografia e história ficaram de fora da avaliação, pois integraram o Paebes anterior.

Os alunos das 4ª e 5ª séries do ensino fundamental obtiveram média de 199.6, na disciplina de língua portuguesa. Em relação ao ano passado, a nota subiu quase 4 pontos (195.3). O desempenho foi avaliado como básico e ficou bem próximo a proficiente (a partir de 200 pontos). A melhor escola do Estado foi a Professora Maria Trindade de Oliveira, de Ibatiba, que somou 238,5 pontos. Na Grande Vitória, a unidade de ensino com melhor nota foi a Francisco Nascimento, da Serra, com 224,4.
Em matemática, a média obtida foi de 218.6 e também ficou na categoria básica. A nota subiu 4.9, em relação ao ano passado. No Estado, o melhor desempenho foi da escola Liberal Zandonadi, localizada no município de Venda Nova do Imigrante (259.6 pontos). Na Grande Vitória, a melhor avaliada foi Desembargador Cândido Marinho, de Vila Velha (239,9).

A média obtida pelos alunos da 8ª e 9ª série, em língua portuguesa, foi 249, 7. Já em matemática o desempenho alcançado foi de 258.9. Nos dois casos, as notas registraram aumento. Pela primeira vez, foi medida a performance dos estudantes em ciências da natureza e o resultado foi de 250.4, sendo classificado como proficiente (acima do básico). “Melhorar resultado em língua portuguesa e matemática é essencial , porque são suas disciplinas que estruturam a expressão verbal, a escrita e o entendimento de informações”, declarou Barbosa.

Ensino médio
As notas dos estudantes de ensino médio também sofreram aumento na avaliação deste ano. Em língua portuguesa e matemática, as notas foram 273.7 e 285.8, respectivamente, superando as médias de 2012 (271.6 e 281.1). Já em química, a nota obtida pelos estudantes foi 251.8, na disciplina de física, 255.2, e, em biologia, 251.6. No ano passado, essas áreas de conhecimento não foram avaliadas, já que intercalam com geografia e história – um ano química, biologia e física entram no exame e no outro saem para a entrada de geografia e história.
As escolas de ensino médio integrado ao ensino técnico também foram avaliadas. A maior nota foi em matemática (295.7). Em língua portuguesa, a avaliação obtida foi de 285.8. As disciplinas de química, biologia e física ficaram com 255.3; 257.3 e 264.7, respectivamente. Todos superiores as do ensino médio regular. “O perfil do aluno é diferente. O tempo que ele se dedica a escola é maior”, comentou o Klinger Barbosa. Nesta modalidade de ensino, os alunos, três dias por semana, ficam o dia todo na escola para atividades que visam à formação dos estudantes como técnicos.

Embora os resultados sejam bons, isso não representa que novas escolas de ensino médio integrado ao técnico vão surgir do dia para a noite. “O ensino médio integrado depende da demanda da região. Você não força a abertura dessas escolas e sim avalia”, disse o secretário.

As melhores escolas
- Ensino Fundamental 4ª e 5ª (Língua portuguesa)
Estado: EEEFM Professora Maria Trindade de Oliveira (Ibatiba), nota 238,5 pontos.
Grande Vitória: EEEFM Francisco Nascimento (Serra), nota 224,4.

- Ensino Fundamental 4ª e 5ª (Matemática)
Estado: EEEF Liberal Zandonadi (Venda Nova do Imigrante), nota 259.6.
Grande Vitória: EEEF Desembargador Cândido Marinho (Vila Velha), nota 239,9.

- Ensino Fundamental 8ª e 9ª (Língua portuguesa)
Estado: EEEFM Braulio Franco (Muniz Freire), nota 287
Grande Vitória: EEEFM Professora Maria Penedo, nota 268.7

- Ensino Fundamental 8ª e 9ª (Matemática)
Estado: EEEFM Fioravante Caliman (Venda Nova do Imigrante), nota 304
Grande Vitória: EEEFM Zuleima Fortes Faria (Guarapari), nota 282.4

- Ensino Fundamental 8ª e 9ª (Ciências da natureza)
Estado: EEEFM Braulio Franco (Muniz Freire), nota 299.3
Grande Vitória: EEEFM Zuleima Fortes Faria (Guarapari), nota 282.5

- Ensino Médio 3ª ano (Língua portuguesa)
Estado: EEEFM Braulio Franco (Muniz Freire), nota 309.9
Grande Vitória: EEEM Professor Renato José da Costa Pacheco (Vitória), nota 303.6

- Ensino Médio 3ª ano (Matemática)
Estado: EEEFM Braulio Franco (Muniz Freire), nota 342.9
Grande Vitória: EEEM Professor Renato José da Costa Pacheco (Vitória), nota 322.5

- Ensino Médio 3ª ano (Química)
Estado: EEEFM Victório Bravim (Marechal Floriano), nota 312.5
Grande Vitória: EEEM Professor Renato José da Costa Pacheco (Vitória), nota 292.2

- Ensino Médio 3ª ano (Física)
Estado: EEEFM Victório Bravim (Marechal Floriano), nota 329.8
Grande Vitória: EEEM Professor Renato José da Costa Pacheco (Vitória), nota 298.3

- Ensino Médio 3ª ano (Biologia)
Estado: EEEM Professora Antonieta Banhos Fernandes (Linhares), nota 304.5
Grande Vitória: EEEFM Benício Gonçalves (Vila Velha), nota 292.7

- Ensino Médio integrado 3ª ano (Língua portuguesa)
Estado: EEEM Professora Antonieta Banhos Fernandes (Linhares), nota 304.5
Grande Vitória: EEEFM Benício Gonçalves (Vila Velha), nota 292.7

- Ensino Médio integrado 3ª ano (Matemática)
Estado: EEEM Emílio Nemer (Castelo), nota 318,7
Grande Vitória: EEEFM Benício Gonçalves (Vila Velha), nota 308.3

- Ensino Médio integrado 3ª ano (Química)
Estado: EEEM Emílio Nemer (Castelo), nota 290.4
Grande Vitória: EEEM Irmã Dulce Lopes Pontes (Viana), nota 261.6

- Ensino Médio Integrado 3ª ano (Física)
Estado: EEEFM João XXIII (Barra de São Francisco), nota 298.9
Grande Vitória: EEEFM Benício Gonçalves (Vila Velha), nota 278.8

- Ensino Médio Integrado 3ª ano (Biologia)
Estado: EEEM Emílio Nemer (Castelo), nota 306
Grande Vitória: EEEM Irmã Dulce Lopes Pontes (Viana), nota 275.9



Publicidade


Outras Notícias


Novas suspeitas de obras superfaturadas em Presidente Kennedy

Santos Rodrigo e Salomão - Sacerdotes mártires

Veículo com marcas de tiros é encontrado abandonado em bairro de Cachoeiro

Soldados do Exército chegam à Cachoeiro e já atuam em pontos estratégicos

Sesa atualiza dados de febre amarela

ProUni: estudantes capixabas ganham mais prazo para apresentar documentos

Fespes vai denunciar Estado Brasileiro a entidades internacionais de direitos humanos pelo caos no ES

Procurador-geral da República vem ao Estado para dar aval à 'reforma da PM'

Governo abre processo contra 703 militares envolvidos em ‘revolta armada’

Famílias de militares seguem irredutíveis na porta dos batalhões

Nossa Senhora de Lourdes

São Miguel Febres - Padroeiro dos pedagogos

Atenção! Excesso de peso na mochila pode prejudicar saúde das crianças

Peritos aceleram liberação de cadáveres para receber mais corpos no DML

ARENA VERÃO 2017 COMEÇA NESTE FINAL DE SEMANA EM MARATAÍZES

D1 Notícias ©2010-2011. Todos direitos reservados.