Procon faz fiscalização e dá dicas para compras da Semana Santa

C0410_pascoa

Nestes dias que antecedem a Semana Santa, o Procon de Cachoeiro de Itapemirim, órgão ligado à prefeitura, intensificou a fiscalização em supermercados do município. O objetivo é coibir irregularidades como a venda de produtos vencidos, além de verificar se as formas de precificação e pagamento respeitam os direitos do consumidor.
De acordo com o coordenador executivo do Procon, Rogério Athayde, as condições de pagamento devem ser apresentadas de maneira clara e precisa. “Devem ser informados o preço à vista, número e valor de cada parcela, juros cobrados e valor total financiado, não podendo existir variação de preços entre cartões de crédito e débito e cheques, quando pagos em uma vez”, orienta. “A nota fiscal sempre deve ser exigida no ato da compra, para facilitar a troca, caso necessário, e coibir a sonegação do imposto por parte do comerciante”, complementa.

A atenção deve ser redobrada na compra dos ovos de Páscoa para as crianças. Verifique na embalagem se os pesos líquidos do produto e do brinde estão discriminados. “Caso essas regras não sejam cumpridas, os pais podem trocar o produto e, ainda, denunciar o comerciante e o fabricante ao Procon”, recomenda Athayde.

À exceção dos ovos que vêm com brinquedos surpresa, o estabelecimento deve apresentar um mostruário dos brindes. Esses produtos devem, obrigatoriamente, apresentar o selo do Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro) e a indicação da faixa etária.

Os peixes e frutos do mar têm que estar conservados em gelo. Observe se os olhos dos peixes estão brilhantes e as escamas bem presas ao corpo, são sinais de que estão bons para consumo. A higiene e o armazenamento também têm que ser verificados. Quanto ao bacalhau, procure conhecer a procedência. Não compre o peixe se estiver com manchas avermelhadas ou pintas pretas no dorso, que indicam a presença de bolor ou deterioração.

Pesquisar os preços é sempre importante. “O mercado de produtos para a Páscoa é bem diversificado. Cada fabricante oferece itens específicos com qualidade, sabor, tamanho, peso e numeração diferentes. Isso não deve desestimular a consulta e a comparação de preços. Uma boa pesquisa pode levar a uma compra mais acertada e garantir economia”, aconselha Athayde.

O Procon de Cachoeiro é vinculado à Secretaria Municipal de Gestão Estratégica. A sede do órgão fica na avenida Monte Castelo, nº 28, bairro Independência. O atendimento é feito das 7h às 13h. Telefone: 3155-5262.



Publicidade


Outras Notícias


Espírito Santo enfrenta desafio de vencer transmissão vertical do HIV, da hepatite B e da sífilis

Leptospirose é doença grave e transmitida por água contaminada de enchentes

Publicado decreto que autoriza uso do FGTS para compra de próteses

Saiba mais sobre as vacinas contra a gripe disponíveis no Brasil

Santo Apolônio, seu amor a Deus foi concreto

Inscrições para Cachoeirense Ausente de 2018 abrem nesta sexta (23)

Desfile e mostra cultural festejam emancipação de Cachoeiro

“A defesa da água é a defesa da vida”, afirma Papa

São Zacarias, Papa

Mais de cinco mil assinaturas reivindicam asfalto em comunidades de Alegre

São Nicolau de Flue, eremita

Prefeitura de Cachoeiro tenta disciplinar trânsito em cruzamento

Pai é preso suspeito de estuprar a filha de 11 anos em Marataízes

PM encontra pé de maconha dentro de casa em Cachoeiro

Torta Capixaba Orgulho da Nossa Gastronomia

D1 Notícias ©2010-2011. Todos direitos reservados.