Ministério Público quer fim da taxa de parto no Espírito Santo

Parto

O Ministério Público do Estado do Espírito Santo (MPES), por meio da 35ª Promotoria de Justiça Cível, especializada na Defesa do Consumidor, protocolou na segunda-feira (0704) Pedido de Reconsideração da decisão que manteve a cobrança da taxa de parto pela Unimed. O desembargador-relator do caso, Telêmaco Antunes de Abreu Filho, revogou a decisão anterior, que havia suspendido o pagamento pelos beneficiários do plano de saúde.

No pedido, o MPES enfatizou que as reclamações das gestantes nos órgãos de defesa do consumidor aumentaram após a manutenção da cobrança. A petição apresentou ainda o posicionamento institucional da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) considerando a cobrança ilegal. O MPES argumentou também que se a taxa extra for julgada legal, será aberto precedente para médicos de outras especialidades cobrarem adicionais semelhantes.

As promotoras de Justiça da 35ª Promotoria Cível não descartam a hipótese de propor um mandado de segurança, caso a decisão liminar não seja reconsiderada pelo desembargador Telêmaco Antunes de Abreu Filho.



Publicidade


Outras Notícias


Cachoeiro se prepara para receber mais uma edição da Stone Fair

Bienal Rubem Braga terá encontro nacional de literatura fantástica

Dia D de vacinação contra gripe em Cachoeiro é no sábado (12)

Inscrições no Enem já começaram

Inscrições para o Enem passam de 200 mil em uma hora e meia

São Pedro de Tarantásia, foi um homem pacificador

Diocese de Cachoeiro adota medidas para evitar contágio de gripes

Santa Casa lança campanha para incentivar mulheres a doar sangue

Estudantes são assaltadas na porta de faculdade em Cachoeiro

Homem é morto durante tentativa de assalto em Cachoeiro

Nasceu; e agora? Psicólogos explicam como lidar com a depressão pós-parto

Atenção, motoristas! IPVA de veículos com finais de placas de 6 a 0 começa a vencer

Prorrogado para 10 de maio prazo para renovar contratos do Fies

Campanha de vacinação em todo o país vai até 01 de junho

Conta de luz: Em maio bandeira tarifária mais cara

D1 Notícias ©2010-2011. Todos direitos reservados.